Radar InfoMoney

Petrobras, Embraer, dividendos e mais 14 notícias agitam o radar

Confira os principais destaques corporativos da manhã desta terça-feira

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O noticiário aparece movimentado nesta terça-feira (23) em meio à uma série de notícias corporativas. Nos destaques, Petrobras quer sair da Guarani, Embraer recebe demanda da Etihad, dividendos do Bradesco e demissões na Via Varejo. Confira abaixo esses e outros destaques da manhã: 

Petrobras
A Petrobras (PETR3; PETR4) já decidiu, como parte de seu plano de desinvestimento, que não pretende manter sua participação em sete usinas de açúcar e etanol da Guarani, uma das maiores empresas do setor no Brasil, mas terá uma dura negociação com o grupo francês Tereos (TERI3), controlador do negócio, disseram duas fontes próximas do assunto. 

A estatal de petróleo informou os sócios franceses em uma reunião em meados de abril, na sede da companhia, no Rio, que pretendia vender sua fatia atualmente em 42,9% no negócio. Ouviu em troca, segundo essas fontes, que o setor de açúcar e etanol passa por grandes dificuldades, no rastro de um longo período de baixa nos preços desses produtos, e que os ativos estariam subavaliados. Ainda assim pediu para que a Tereos fizesse uma oferta para comprar de volta a fatia no negócio, mas não está disposta a aceitar os cerca de US$ 200 milhões que os franceses indicaram que ofertariam (não chegaram a fazer uma oferta formal).

Aprenda a investir na bolsa

Embraer
A Embraer (EMBR3) recebeu pedido de US$ 30 milhões da Etihad Flight College, subsidiária da Etihad Airways, por quatro jatos Phenom E100, com opção para aquisição de mais três aeronaves do mesmo modelo. O acordo é avaliado em cerca de US$ 30 milhões, baseado nos preços atuais de tabela, caso todas as opções sejam exercidas . As entregas começam no primeiro trimestre de 2016. 

Bradesco 
O Bradesco (BBDC3; BBDC4) aprovou o pagamento de R$ 912 milhões em dividendos intermediários, sendo R$ 0,172629 por ação ordinária e R$ 0,189892 por papel preferencial. As ações passarão a ser negociadas “ex-dividendos” a partir de 23 de junho.   

Gol
A Gol (GOLL4) registrou aumento de 4,3% na demanda por voos domésticos em maio na comparação anual. Na mesma base, a oferta doméstica cresceu 2,2% no mês passado. A taxa de ocupação dos voos domésticos cresceu 1,6 ponto percentual, para 77%. O número de passageiros transportados cresceu 0,7%, para 2,978 milhões. 

Vale, Braskem e Gerdau
O governo enviou ao Congresso a Medida Provisória 677 que prorroga o contrato da Chesf com indústrias eletrointensivas no Nordeste até 2037. O contrato atual foi firmado há mais de três décadas e termina no dia 30 de junho, abrangendo um conjunto de 13 unidades industriais, que compram energia a cerca de R$ 110 megawatt-hora. As maiores empresas diretamente interessadas são Vale (VALE3; VALE5), Braskem (BRKM5), Gerdau (GGBR4), Mineração Caraíba, Dow, Paranapanema e Ferbasa. 

A MP estabelece um preço médio próximo de R$ 130/MWh, o que é economicamente viável para as empresas permanecerem no Nordeste sem terem de pagar até R$ 360/MWh, limite do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD).

Braskem afirmou ontem, através de e-mail de sua assessoria de imprensa, que “considera a renovação dos contratos de energia com a Chesf como primordial para a competitividade da indústria brasileira”.

PUBLICIDADE

Via Varejo
O maior grupo de varejo eletroeletrônico do País, a Via Varejo (VVAR11), dona das Casas Bahia e do Ponto Frio, demitiu empregados nas últimas semanas. Segundo fontes disseram ao Valor, a redução no quadro entre maio e junho atingiu 3 mil pessoas de um total de 66 mil funcionários, em meio à desaceleração das vendas. O maior acionista da companhia é o Pão de Açúcar

RaiaDrogasil e Gafisa
BM&FBovespa deve divulgar próxima prévia da carteira teórica do Ibovespa em 3 de agosto, com 2 prévias adicionais marcadas para 17 de agosto e 4 de setembro. Segundo relatório do Itaú BBA, a Raia Drogasil (RADL3) é forte candidata a entrar no índice, enquanto a Gafisa (GFSA3) pode ser removida. Os analistas da corretora ressaltam, no entanto, que, como o rebalanceamento ainda terá muitos pregões à frente, liquidez e dados de free float (ações em circulação no mercado) ainda podem mudar e afetar as projeções.  

Além disso, ainda sobre a Raia Drogasil, a empresa comunicou nesta noite seu conselho de administração aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio no valor de R$ 0,108112 por ação, que serão pagos até 1° de dezembro. Tal benefício será aplicável à posição acionária do dia 22 de junho. 

Usiminas 
A Usiminas (USIM5) confirmou na noite desta segunda-feira (22) que notificou a MMX Porto Sudeste – um projeto de Eike Batista depois vendido para uma joint venture formada entre Trafigura e Mubadala – sobre a imediata rescisão, pela MUSA (Mineração Usiminas), do contrato de prestação de serviços portuários celebrados entre as partes em 11 de fevereiro. 

Pelo comunicado, enviado pela empresa à CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a siderúrgica afirma que a referida rescisão, por parte da MUSA, justifica-se em razão do reiterado inadimplemento, pela Porto Sudeste, de sua obrigação de concluir o porto e colocá-lo em operação, o que deveria ter ocorrido em 1° de abril de 2012, bem como pela falta de pagamento das penalidades contratuais. 

O acordo foi acertado para escoar a produção de minério de ferro da Usiminas, mas com o atraso da entrada do porto, a siderúrgica ficou sem canais eficientes para exportar sua produção excedente da commodity.

JBS 
A Standard & Poor’s reafirmou o rating da JBS (JBSS3) após aquisição da Moy Park, da Marfrig (MRFG3), anunciada no último final de semana. A JBS fará teleconferência com o mercado sobre a aquisição nesta terça-feira às 10h (horário de Brasília).   

Eletrobras
Após assembleia na manhã desta segunda-feira, 22, os trabalhadores da Eletrobras (ELET3ELET6) decidiram permanecer em greve depois de rejeitar a proposta apresentada pelo governo. O movimento, iniciado no início do mês, exige que a empresa pague Participação por Lucros e Resultados (PLR), como ocorreu na Petrobras, a despeito do prejuízo registrado no exercício de 2014. O resultado da assembleia no Rio contraria as deliberações de outras bases do Sistema Eletrobras, que engloba subsidiárias em todo o País, o que pode levar a empresa a questionar o resultado da votação.

PUBLICIDADE

Eletropaulo 
A Fitch reafirmou hoje a nota da Eletropaulo (ELPL4) em “BB”, com perspectiva estável, refletindo seu nível moderado de endividamento, combinado à posição robusta de liquidez e ao perfil alongado do vencimento da dívida.  

Lupatech
O pedido de recuperação judicial da Lupatech (LUPA3), assim como de suas subsidiárias, foi deferido em decisão da Primeira Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca de São Paulo. A companhia entrou com pedido no fim de maio, em caráter de urgência. 

Saraiva 
A Saraiva (SLED4) comunicou que a Value Assessoria e Consultoria reduziu sua participação na empresa, passando a deter um total de 1.616.400 ações, correspondentes a 8,5% das ações preferenciais da companhia. 

São Martinho
A São Martinho (SMTO3) informou que obteve lucro líquido de R$ 286,1 milhões no ano fiscal de 2015, contra R$ 135 milhões no ano passado. A receita líquida atingiu R$ 2,35 bilhões, ante R$ 1,97 bilhão um ano antes.

Triunfo
A Triunfo (TPIS3) comunicou que a Fitch reafirmou hoje o rating de longo prazo “A+”, com revisão da perspectiva de estável para negativa. “A  afirmação dos ratings contempla a manutenção do adequado perfil de negócios da Triunfo, baseado em uma diversificada carteira de ativos, que inclui concessões rodoviárias e ativos de energia, portuários e aeroportuários”, disse a agência.

Além disso, a companhia informou que ela e sua controlada Rio Canoas Energia obtiveram decisão judicial liminar favorável referente ao pedido da companhia de limitar em até 5% o impacto do fator de ajuste GSF do total da garantia física da Rio Canoas. 

PetroRio (ex-HRT)
A PetroRio (HRTP3), antiga HRT, informou nesta noite que, a partir de 26 de junho, próxima sexta-feira, passará a ser negociada na Bovespa sobe o nome de pregão PETRORIO e código PRIO3.

A PetroRio nasceu com uma nova cultura corporativa focada no aumento de produção por meio da aquisição de ativos de produção, reexploração, incremento da eficiência operacional e redução dos custos de produção e das despesas corporativos, assim como mitigação do risco exploratório, reforçou a empresa, em comunicado.

PUBLICIDADE

Alpargartas
A Alpargatas (ALPA4), dona da Havaianas, comunicou que o Norges Bank aumentou sua participação para 5,01% das ações preferenciais da companhia.