Permanece em seis o total de Estados onde trocar gasolina pelo álcool não compensa

Apenas nas regiões Norte e Nordeste existem unidades federativas onde a substituição é sinônimo de prejuízo

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Permaneceu em seis o total de Estados onde não compensa para o motorista trocar a gasolina pelo álcool na hora de abastecer o carro. Dados divulgados pela ANP (Agência Nacional de Petróleo) mostram que, na passagem entre agosto e setembro, nenhuma unidade federativa entrou ou saiu da lista. Apenas nas regiões Norte e Nordeste existem locais onde a substituição é sinônimo de prejuízo.

De uma maneira geral, houve barateamento de 1,6% no preço do derivado de cana-de-açúcar no nono mês do ano, com o litro sendo vendido, na média nacional, por R$ 1,337.

Detalhamento

Para a troca compensar, é necessário que o preço do álcool seja de até 70% em relação ao da gasolina. Em cada uma das regiões, havia três unidades federativas onde a tentativa de economizar com o derivado de cana não tinha o resultado esperado.

Veja, na tabela abaixo, os Estados onde não valia a pena, tanto no Nordeste quanto no Norte:

Levantamento de preços*
EstadoÁlcoolGasolinaProporção
Amapá (Norte)R$ 1,926R$ 2,18188%
Pará (Norte)R$ 1,936R$ 2,56475,50%
Roraima (Norte)R$ 2,022R$ 2,56378%
Paraíba (Nordeste)R$ 1,734R$ 2,40872%
Piauí (Nordeste)R$ 1,819R$ 2,55771%
Sergipe (Nordeste)R$ 1,878R$ 2,50775%

Fonte: ANP
* Por litro

Compartilhe