Fundo de índice

NYSE vai ganhar ETF que permite apostar contra o Bitcoin

O fundo negociado em bolsa permitirá que os investidores protejam sua exposição à criptomoeda

Por  CoinDesk -

O provedor de produtos de investimento ProShares vai listar o primeiro ETF (Exchange Traded Fund) inverso de Bitcoin (BTC) dos Estados Unidos, permitindo que os investidores apostem contra o preço da criptomoeda.

O ProShares Short Bitcoin Strategy (BITI), projetado para oferecer o inverso do desempenho do BTC, similar a uma operação à descoberto, começará a ser negociada na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) na terça-feira (21), anunciou a ProShares hoje.

O ETF (também chamado de fundo de índice) permitirá que os investidores protejam sua exposição ao Bitcoin, o que pode ser particularmente pertinente dada a forte desaceleração nos mercados de criptomoedas nos últimos tempos.

Em outubro do ano passado, a ProShares foi a primeira empresa a listar um ETF de futuros de Bitcoin. Nas semanas seguintes, a criptomoeda atingiu sua alta histórica de cerca de US$ 68.900. Os investidores de BTC esperam que a listagem de um ETF inverso não tenha um efeito contrário semelhante na maior criptomoeda do mundo.

No sábado (18), o Bitcoin caiu abaixo de US$ 20 mil pela primeira vez desde 20 de dezembro. A moeda chegou a ser negociada a US$ 17.800 no dia seguinte.

A ProShares se inscreveu para listar o produto, negociado pelo código BITI, no início de abril, na mesma época em que a Direxion, fornecedora de ETF alavancado, se registrou para listar um produto similar. Ainda não houve atualizações sobre o status do pedido da Direxion.

Um ETF que aposta contra o Bitcoin também já está listado na Bolsa de Valores de Toronto pela Horizons ETFs.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe