Em mercados

Governo dos EUA corre 'risco significativo' de dar calote, diz think tank

O diretor de formulação de políticas econômicas, Shai Akabas, afirma que o principal motivo é que receitas tributárias estão persistentemente mais fracas que o previsto

bandeira dos EUA danificada
(Shannon Stapleton/Reuters)

Receitas com impostos mais baixas que o esperado nos Estados Unidos agora significam que há um "risco significativo" de que o governo federal passe a não poder emitir mais dívida no começo de setembro e, potencialmente, dê um calote em sua dívida, acrescentando urgência a tratativas sobre orçamento e endividamento em Washington que ainda não foram a lugar nenhum.

Esse é o resultado de uma nova análise pelo Centro de Formulação de Políticas Bipartidário, um think tank na capital americana.

O diretor de formulação de políticas econômicas, Shai Akabas, afirma que o principal motivo é que receitas tributárias estão persistentemente mais fracas que o previsto.

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, está entregando a mesma mensagem em reuniões de acompanhamento com legisladores.

Ele é o principal articulador do governo de Donald Trump nas conversas sobre um acordo bipartidário para aumentar o teto de endividamento e, ao mesmo tempo, evitar que cortes orçamentários automáticos atinjam o Pentágono e agências domésticas.

Invista o seu dinheiro contando com a melhor assessoria do mercado: abra uma conta gratuita na XP.

 

 

Contato