Em mercados

Economista Salomão Quadros, do IBRE/FGV, morre de câncer aos 62 anos

 Ele estava internado desde o início do ano para cuidar de um câncer no sangue e não vinha respondendo bem aos tratamentos.

Salomão Quadros
(IBRE/FGV)

O economista Salomão Quadros, do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (IBRE/FGV), morreu na tarde desta quinta-feira, 24. Ele estava internado desde o início do ano para cuidar de um câncer no sangue, descoberto no início de 2018, e que não vinha respondendo bem aos tratamentos.

Formado em engenharia elétrica na Pontifícia Universidade Católica (PUC), Quadros era doutor em economia pela Fundação e tinha título de mestrado em engenharia de produção pela COPPE/UFRJ.

Ele trabalhava havia 39 anos na FGV e era superintendente adjunto da Superintendência de Preços (SUPRE). Ali coordenou diversos projetos na área de cálculos e análises econômicas. Era um dos maiores especialistas em índice de preços no País, responsável pelas análises dos Índices Gerais de Preços (IPGs).

A FGV confirmou a morte por meio de sua assessoria de imprensa, mas ainda não se manifestou oficialmente. Não há informações disponíveis sobre o velório.

 

Contato