Em mercados

Brasil tem pior déficit primário para maio, a R$ 30,736 bi, mostra BC

Em pesquisa Reuters com analistas, a expectativa para maio era de rombo primário de 21,05 bilhões de reais, com dívida líquida de 48 por cento do PIB

Notas de 50 e 100 reais
(Shutterstock)

BRASÍLIA (Reuters) - O setor público consolidado brasileiro registrou déficit primário de 30,736 bilhões de reais em maio, pior resultado para o mês desde o início da série do Banco Central em dezembro de 2001, somando em 12 meses saldo negativo equivalente a 2,47 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), divulgou o BC nesta sexta-feira. Em maio, a dívida pública bruta ficou em 72,5 por cento do PIB e a dívida líquida, em 48,1 por cento do PIB.

Em pesquisa Reuters com analistas, a expectativa para maio era de rombo primário de 21,05 bilhões de reais, com dívida líquida de 48 por cento do PIB.

 

 

Contato