Em mercados

BNDES financia R$ 59,4 milhões para fábrica de biocombustível de madeira

O BNDES informou ainda que a nova unidade será "a maior produtora de pellets da América Latina, e a primeira unidade do mundo a produzir a partir da madeira de acácia negra"

sede do BNDES no centro do Rio
(Divulgação/BNDES)

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou nesta segunda-feira, 10, a aprovação de financiamento de R$ 59,4 milhões à Tanac S/A, para implantação de uma fábrica de pellets de madeira, um biocombustível. "Produzidos a partir da compressão de serragem de madeira em formato de granulados cilíndricos, os pellets são um biocombustível amplamente usado na Europa e nos Estados Unidos em substituição aos combustíveis fósseis", explica o BNDES em nota.

O empreendimento, que será construído em Rio Grande (RS), terá capacidade de produção de 350 mil toneladas por ano. Segundo o BNDES, o empréstimo corresponde a 39,5% do investimento total no projeto. O financiamento será repassado pelo Itaú e pelo Bradesco.

O BNDES informou ainda que a nova unidade será "a maior produtora de pellets da América Latina, e a primeira unidade do mundo a produzir a partir da madeira de acácia negra". A previsão, segundo o banco, é de que sejam gerados 1.100 empregos diretos e indiretos durante a execução do projeto e outros 340 postos diretos e indiretos na operação da fábrica.

 

Contato