Em mercados

Ibovespa aprofunda perdas após economia dos EUA frustrar expectativas

Indicador de atividade industrial no país vem muito abaixo do esperado e se soma a dados ruins na China e na Europa

SÃO PAULO - Durante a manhã desta quinta-feira (21) a sinalização dos mercados já era de apreensão, mas a trajetória negativa somente foi intensificada após a rodada de indicadores norte-americanos. Portanto, assim como os mercados internacionais caem forte, o Ibovespa mostra perdas de 1,05%, aos 56.567 pontos.

Após dados sobre atividade industrial na China e na Europa já pressionarem durante as primeiras horas do dia, os EUA revelaram após o início dos negócios que o mesmo indicador para a região de Filafélfia veio muito inferior ao esperado. Contra a expectativa de um recuo de 0,2, o Philadelphia Fed Index surpreendeu por mostrar uma queda de 16,6.

Da mesma forma, os pedidos iniciais de auxílio-desemprego mostraram uma leve redução na passagem semanal, mas ainda assim vieram acima do projetado, com 387 mil novos pedidos. Já a venda de imóveis usados em maio veio em linha com as estimativas, enquanto o Leading Indicators - que compila diversos outros dados - superou ligeiramente as projeções, em alta de 0,3%.

Após tais números, os mercados acionários na Europa, que oscilavam entre perdas e ganhos, passaram todos para o campo negativo. Por aqui, os setores que mais sentiram os efeitos dessa sinalização de uma economia global mais fraca foram os de sideruriga e mineração. Por lá ainda há rumores na imprensai internacional de que a Moody's anunciará cortes de rating para bancos britânicos.

Espanha formaliza resgate?
Ainda no campo da especulação, há quem diga que a Espanha formalizará o pedido de resgate em reunião do Eurogrupo também nesta tarde, quando deve ser divulgada a primeira fase dos trabalhos de auditoria do setor bancário, com projeções de quanto deverá ser a capitalização.

Por sua vez, na Grécia o primeiro-ministro Antonis Samaras, líder do Nova Democracia, anunciou seu gabinete de ministros, formado, essencialmente, por tecnocratas. O ministério de Finanças do país agora passa para o comando de Vasilios Rapanos, que até então ocupava o cargo de presidente do Banco Nacional da Grécia.

Inflação perde força
No cenário interno a grande novidade do dia ficou por conta da divulgação do IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), o qual surpreendeu por perder força em junho a um ritmo muito mais forte do que era esperado pelo mercado, aos 0,18%, em boa parte por conta do corte no IPI (Imposto sobre Produto Industrializado) do setor automotivo. Assim, a equipe da LCA já prevê que a inflação pode chegar ao fim do mês em uma alta de apenas 0,07%.

Altas e baixas
Nesse cenário e com a perspectiva de redução na demanda por aço, as siderúrgicas e mineradoras lideram as perdas do pregão, com destaque para a Metalúrgica Gerdau. Na outra ponta, a LLX mantém a trajetória de alta observada nas últimas sessões e já acumula ganhos de cerca de 13% na semana.

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 GOAU4 GERDAU MET PN 21,30 -3,18 +19,96 5,86M
 USIM5 USIMINAS PNA 6,82 -3,13 -32,38 28,24M
 MMXM3 MMX MINER ON 6,75 -2,88 +1,20 18,61M
 DASA3 DASA ON 13,99 -2,85 -9,53 2,88M
 BRML3 BR MALLS PAR ON 23,77 -2,78 +32,05 10,23M

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 LLXL3 LLX LOG ON 2,55 +4,08 -24,33 13,86M
 TAMM4 TAM S/A PN N2 49,95 +3,93 +39,92 18,67M
 BISA3 BROOKFIELD ON 3,76 +1,62 -21,11 7,28M
 HGTX3 CIA HERING ON EJ 42,26 +1,34 +32,37 12,24M
 TIMP3 TIM PART S/A ON 10,82 +0,93 +19,40 13,92M
* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)



 

 

Contato