Em mercados

Fitch retira rating de suporte de 25 instituições financeiras brasileiras

Ratings de suporte expressam a opinião da agência sobre o risco relativo ao crédito e a expectativa de apoio em caso de inadimplência

ÃO PAULO - A agência de classificação de risco Fitch Ratings afirmou e ao mesmo tempo retirou, nesta quinta-feira (15), os ratings de suporte de 25 instituições financeiras brasileiras. 

Os ratings nacionais expressam a opinião da agência sobre o risco de crédito de um banco ou uma instituição financeira relativo ao universo de emissores e emissões dentro de um país. Além disso, avalia a expectativa de recebimento de apoio para evitar uma inadimplência futura.

A Fitch afirma que estas ações de rating não têm efeito sobre as demais notas nacionais dessas instituições, já que os fatores preponderantes para a evolução dos ratings continuam sem sofrer alterações e contam com a opinião sobre o suporte do governo ou de seus acionistas.

Confira abaixo as 25 empresas:

Instituições Financeiras Brasileiras 

Banco Alfa de Investimentos S.A.

Banco Caixa Geral - Brasil S.A.
Banco Cooperativo do Brasil S.A.
Banco Crédit Agricole Brasil
Banco de Investimento Credit Suisse (Brasil) S.A.
Banco do Estado de Sergipe S.A. (Banese)
Banco Fator S.A.
Banco Fibra S.A.
Banco Fidis S.A.

Banco GMAC S.A.

Banco Industrial e Comercial S.A. (Bicbanco)
Banco Indusval S.A.
Banco KDB do Brasil S.A.
Banco Panamericano S.A.
Banco Rabobank International do Brasil S.A.
Banco Rendimento S.A.
Banco Rodobens S.A.
Banco Sofisa S.A.
Banco Triângulo S.A.
Caixa Econômica Federal
Deutsche Bank S.A.
Omni S.A. 
Paraná Banco S.A.

 

Contato