Mais otimistas

Morgan eleva recomendação para ADR da Vale (VALE) e para ação da CSN Mineração (CMIN3) para equivalente à compra

Equipe de análise do banco americano vê oportunidades após quedas e coloca a Vale como a preferida do setor na América Latina

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – Pouco mais de dois meses após reduzir a recomendação para os ADRs (American Depositary Receipts, na prática, os ativos da empresa brasileira negociados na Bolsa americana) da Vale (VALE3) e para as ações da CSN Mineração (CMIN3), o Morgan Stanley voltou a ficar mais otimista com a tese de investimentos nos ativos.

Em relatório, o banco americano elevou a recomendação para os ADRs da Vale e para CMIN3 de equalweight (exposição em linha com a média do mercado) para overweight (exposição acima da média do mercado).

O preço-alvo para a Vale foi elevado de US$ 16 para US$ 16,50, ou um potencial de valorização de 20,5% em relação ao fechamento da véspera, com os analistas do banco colocando a empresa como a top pick do segmento na América Latina. Já o target para CMIN3 foi elevado de R$ 6,50 para R$ 8, um potencial de alta de 23,1% na mesma base de comparação.

A equipe de analistas destaca que as empresas de minério de ferro foram desfavorecidas devido às preocupações sobre a liquidez das incorporadoras e incertezas em torno das perspectivas de construção na China.

Mas o banco acredita que elas oferecem uma oportunidade interessante em meio a visões de consenso excessivamente negativas, destacando que as políticas macro e setoriais estão mudando e surpreenderão positivamente.

A previsão da casa é de que o preço do minério de ferro ficará acima de US$ 100 a tonelada nos próximos trimestres, enquanto as empresas apresentam balanços patrimoniais sólidos e geração de fluxo de caixa sólida.

No caso específico das empresas, os analistas esperam que Vale e CSN Mineração imprimam um fluxo de caixa livre sólido nos próximos trimestres com base nos preços elevados do minério de ferro, o que deve permitir que as empresas fortaleçam ainda mais seu balanço patrimonial e devolvam o excesso de caixa aos acionistas por meio de dividendos e recompras de ações.

“Em nossas novas estimativas para 2022, a Vale está negociando a um múltiplo de preço sobre lucro de 6,6 vezes, um desconto em relação à média de 4 anos pré-Brumadinho de 10,7 vezes”, apontam, avaliando também que os ativos da CMIN3 oferecem um bom potencial de valorização.

Cabe ressaltar que, após o Investor Day realizado pela CSN Mineração na véspera, a XP reiterou recomendação de compra para o papel, com preço-alvo de R$ 7,80, prêmio de 20%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A corretora comentou que a mineradora apresentou uma visão mais otimista sobre os preços do minério de para 2022 do que a maioria dos participantes do mercado acredita.

No entanto, recentemente as ações da CSN Mineração sofreram mais do que a correção nos preços do minério de ferro deveria resultar. Assim, a XP vê a empresa sendo negociada a múltiplos baixos.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe