Moradores da cidade de São Paulo não terão aumento nos impostos em 2008

Entretanto, a máquina pública prevê uma arrecadação maior, sobretudo por conta do combate à sonegação fiscal

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Apesar de a receita prevista pela Prefeitura de São Paulo ser 17,6% maior em 2008 do que neste ano, os cidadãos não terão aumento nas alíquotas dos impostos existentes nem a criação de novos tributos.

Para o ano que vem, a máquina pública prevê uma verba de R$ 25,2 bilhões, sobretudo por conta do combate à sonegação fiscal e de melhorias no sistema de arrecadação, como a implantação da nota fiscal eletrônica.

Investimentos

Para investimentos diretos (em saúde, educação, transporte e habitação), foi projetado o mesmo percentual de 2007: 14%, o que equivale a R$ 3,6 bilhões na peça orçamentária do próximo ano.

Para a área social, foram reservados 47% (R$ 11,83 bilhões) dos recursos; 32,09% (R$ 8,09 bilhões) para a educação; e 16,12% (R$ 4,06 bilhões) para a saúde.

Outro destaque da proposta orçamentária para 2008 é a preocupação com o meio ambiente: ao todo, 5,3% (R$ 1,33 bilhão) serão aplicados em gastos ambientais, com objetivo de melhorar a qualidade de vida dos moradores da Cidade. A proposta orçamentária já foi enviada à Câmara Municipal.

Compartilhe