Commodities

Minério oscila com queda recorde de produção de aço na China

Na China, os futuros do minério de ferro fecharam em baixa de 1,7%, cotados a 711 yuans por tonelada,

(Bloomberg) — As cotações do minério de ferro oscilaram enquanto investidores avaliavam as perspectivas econômicas para a China, cujo crescimento do terceiro trimestre ficou abaixo das previsões e a produção de aço registrou queda recorde.

O PIB da China cresceu 4,9% no terceiro trimestre na comparação anual sob o impacto do setor imobiliário mais fraco e crise de energia, enquanto estimativas apontavam para uma expansão de 5%. Ainda assim, o mercado imobiliário começa a se estabilizar e o efeito da crise de energia na economia será limitado, disse um porta-voz do Escritório de Estatísticas.

Em setembro, a produção de aço caiu 21,2% no ano, para 73,8 milhões de toneladas, o menor nível mensal desde 2017. A forte queda coloca a China no caminho para cumprir sua promessa de reduzir os volumes anuais. O país, que lidera a fabricação mundial de aço, lançou uma série de restrições à produção do setor, medida que também foi facilitada pela menor demanda de construtoras.

Com a produção de aço estimada abaixo de 80 milhões de toneladas para o resto do ano, bancos rebaixaram as previsões para o preço do minério de ferro. Os estoques de minério de ferro nos portos da China registraram o maior aumento desde 2014 na semana passada, de acordo com dados do site Steelhome.

Após forte queda da produção, usinas em algumas províncias, incluindo Tangshan, Jiangsu, Zhejiang e Anhui, podem aumentar o volume este mês, já que cortaram mais do que o esperado em setembro, disse Kevin Xie, economista do Commonwealth Bank of Australia. Mas é improvável que as autoridades relaxem as restrições devido à determinação do governo de limitar o uso de energia, disse.

A BHP divulga números de produção na terça-feira. Na semana passada, a rival Rio Tinto revisou para baixo as expectativas para embarques anuais de minério de ferro. A BHP deve cumprir sua estimativa de produção com o bom desempenho em meio ao clima favorável e operações positivas em Port Hedland em setembro, de acordo com a consultoria de granéis sólidos DBX Commodities.

Na China, os futuros do minério de ferro fecharam em baixa de 1,7%, cotados a 711 yuans por tonelada, enquanto o contrato em Singapura era negociado com queda às 17h47 no horário local, após oscilar entre ganhos e perdas. Os futuros do vergalhão e bobina laminada a quente caíram em Xangai.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.