Commodities

Minério avança com retomada da produção de aço da China

A produção de aço bruto nos primeiros 10 dias de dezembro aumentou quase 12% em relação ao mês anterior

Por  Bloomberg -

(Bloomberg) – Os futuros do minério de ferro subiram com os sinais de que a produção de aço da China aumentará neste mês pela primeira vez desde maio.

A produção de aço bruto nos primeiros 10 dias de dezembro aumentou quase 12% em relação ao mês anterior, segundo pesquisa com usinas realizada pela China Iron & Steel Association. O volume de produtos siderúrgicos também cresceu.

Os números estão em linha com previsões de analistas de que os volumes deste mês devem se recuperar, já que usinas cortaram a produção acima das metas nos meses anteriores para cumprir a determinação do governo de reduzir os níveis em relação ao ano passado. A produção caiu 22% em novembro na comparação anual, para o patamar mais baixo para esta época do ano desde 2017.

Os futuros do minério de ferro apontam para a quinta semana de ganhos, o que seria o maior período de alta desde maio. O preço da commodity caiu mais da metade em relação ao pico no início do ano. O minério de ferro tem sido impulsionado por expectativas de estímulo fiscal do governo chinês para aquecer a economia e otimismo em relação à produção de aço em dezembro.

“Os ganhos do minério de ferro foram puxados pelo otimismo sobre as operações de usinas”, disseram analistas da corretora Dayou Futures. Ainda assim, operadores devem ser cautelosos pois outros fatores positivos, como a esperada política macroeconômica, levam pelo menos seis meses para que o impacto seja sentido no mercado, disseram.

O consumo de aço deve cair 4,7% em 2022 em relação ao ano anterior, disse o Instituto de Pesquisa e Planejamento da Indústria Metalúrgica da China, em relatório divulgado na quarta-feira. A demanda por aço na construção, contêineres e móveis provavelmente será menor, embora políticas para garantir a estabilidade da indústria continuem, disse o secretário-chefe do instituto, Li Xinchuang.

O minério de ferro mostrava alta de 3,4%, para US$ 116,35 a tonelada, às 15h15 de Singapura, rumo à maior cotação no fechamento desde outubro. Os preços subiram 3,7% em Dalian, enquanto o vergalhão de aço e a bobina laminada a quente também avançaram em Xangai.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe