Metaverse DAO Football Team

Mercado Bitcoin anuncia plano para lançar time de futebol próprio gerido no metaverso

Todos os 3,5 milhões de clientes da corretora receberão de graça token que dará direito a influenciar no processo de tomada de decisões da agremiação

Por  Paulo Alves

A exchange de criptomoedas Mercado Bitcoin anunciou nesta sexta-feira (27) a intenção de lançar um time de futebol próprio com uma gestão inovadora, baseada em ativos digitais no metaverso. O lançamento oficial será entre novembro e dezembro deste ano, durante a Copa do Mundo. A estreia, nas categorias masculina e feminina, está prevista para 2024.

A ideia envolve a criação de uma Organização Autônoma Descentralizada (DAO), tipo de instituição distribuída que ganhou espaço em 2021 como uma nova forma de administrar projetos de criptomoedas. O objetivo é abrir abrir o processo de tomada de decisões para todas as pessoas que possuírem tokens oficiais do projeto.

Segundo o Mercado Bitcoin, os tokens do time serão vendidos para financiar a comissão técnica e as peneiras que serão realizadas em 2023. Já os 3,5 milhões de clientes da exchange receberão os ativos de graça, em um airdrop.

“A expectativa é definir em janeiro de 2023 a comissão técnica, para fazer entre março e junho, uma peneira nacional, passando por todos os estados brasileiros em busca de talentos para formar as equipes sub-21, tanto masculino quanto feminino”, explica Sérgio Veiga, diretor de patrocínios do Mercado Bitcoin.

Os detentores dos token – sejam compradores ou usuários da plataforma que receberam o airdrop – participarão do processo de construção do time desde a escolha do nome, uniformes e numeração dos jogadores. Por enquanto, a equipe se chama Metaverse DAO Football Team. “Queremos mostrar que existe uma maneira muito mais inteligente de gerir uma equipe e estamos certos de que esse caminho é possível”, explica Veiga.

Donos de tokens também poderão vender o ativo digital no mercado secundário, mas caberá ao coletivo de participantes da DAO se o valor obtido ficará integralmente com o proprietário ou se será, por exemplo, repartido entre todos ou direcionado para os cofres do clube.

A gestão descentralizada será formada por detentores de 100 milhões de tokens. As primeiras unidades serão emitidas no lançamento, durante a Copa do Mundo do Qatar, e o restante em 2023.

A iniciativa de transformar um time em DAO não é exatamente nova no Brasil. Em abril deste ano, financiada com a fortuna do príncipe do Bahrein, uma holding comprou o clube mineiro Ipatinga Futebol Clube com o mesmo plano: descentralizar a gestão utilizando criptoativos.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe