LGT Bank

Maior banco familiar do mundo começa a oferecer criptomoedas

O LGT está trabalhando em conjunto com o banco SEBA, da Suíça

Por  CoinDesk -

O LGT Bank, instituição financeira da família principesca Casa de Liechtenstein e parte do maior grupo bancário familiar do mundo, começou a oferecer serviços de custódia e corretagem de criptomoedas para clientes privados, começando na Suíça e em Liechtenstein.

O banco SEBA, que oferece serviços para ativos digitais e é regulado pela Suíça, vai ficar a cargo da custódia das criptomoedas para o grupo de private banking e gerenciamento de ativos do LGT, que cuida de mais de 280 bilhões de francos suíços (US$ 288 bilhões) em ativos.

Por conta da demanda crescente de sua rica clientela, o LGT vai oferecer inicialmente serviços de investimento em Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH). Segundo Mathias Schütz, chefe de soluções em tecnologia e clientes, o banco está discutindo se vai adicionar mais moedas, além de possibilidades de staking e rendimento.

“O LGT está começando com o centro em Liechtenstein para clientes do país e da Suíça”, afirmou Schütz em entrevista. “Nos próximos meses, será feita uma expansão.”

Além da Suíça, o banco SEBA é ativo na Cingapura, onde o LGT também tem presença importante, tendo adquirido, em 2016, as operações de private banking na Ásia e no Oriente Médio do ABN AMRO.

“O LGT também está observando uma demanda de gerentes de relacionamento para expandir a oferta [de criptomoedas] para Cingapura e outras localidades”, disse Schütz. “Por exemplo, existe um escritório nos Emirados Árabes Unidos, em Dubai. Então, o LGT também quer levar os serviços para esses locais.”

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe