Lehman Brothers apresenta seu plano de recuperação judicial

Plano proposto representa uma solução econômica “justa para todos os credores”, destaca o diretor da reestruturação

Por  Equipe InfoMoney

SÃO PAULO – Um ano e seis meses após entrar com um pedido de concordata na justiça norte-americana, o Lehman Brothers revelou, nesta segunda-feira (15), seu plano de recuperação judicial. O projeta estima cerca de US$ 115,3 bilhões em subsídios por reivindicações que foram garantidas pela Lehman Brothers Holdings, empresa “mãe” do banco norte-americano.

“O plano proposto representa uma solução econômica justa para todos os credores do Lehman e irá acelerar recuperações para os credores”, destacou o CEO (Chief Executive Officer) da instituição e diretor de reestruturação, Bryan Marsal.

O projeto proposto também tenta driblar “litígios extensos, caros e desnecessários, que poderiam impactar negativamente as recuperações para os credores”, ressaltou a própria empresa no texto enviado a corte. Vale destacar que a companhia enfrenta cerca de 65 mil reivindicações na justiça, totalizando um montante de US$ 875 bilhões.

Compartilhe