Aproveitando oportunidades

Investidores aproveitam queda do Bitcoin e investem US$ 14 milhões em fundos de criptomoedas

As entradas em fundos de ativos digitais sugerem que os investidores aproveitaram a baixa do mercado

Por  CoinDesk

Enquanto os traders de criptomoedas sofriam na semana passada com a pior queda do mercado em meses, os investidores de fundos de ativos digitais pareciam estar aproveitando o momento de baixa para ir às compras.

Os fundos de criptomoedas trouxeram US$ 14,4 milhões em dinheiro de novos investidores entre 15 e 21 de janeiro, encerrando uma sequência de cinco semanas consecutivas de saídas, de acordo com um relatório publicado nesta segunda-feira (24) pela gestora de ativos digitais CoinShares.

As entradas ocorreram no final da semana, “durante um período de fraqueza significativa dos preços”, segundo a pesquisa. “Os investidores, nos níveis atuais de preços, estão vendo isso como uma oportunidade de compra.”

O preço do Bitcoin ( BTC) caiu 16% nos sete dias até domingo (23), o pior desempenho semanal desde maio de 2021. Nesta segunda, o preço caiu ainda mais e é negociado a US$ 34.100 no momento da redação deste texto.

O Ether (ETH), a criptomoeda nativa da blockchain Ethereum, desabou 29% nos últimos sete dias, caindo para US$ 2.275.

De acordo com a CoinShares, as entradas da semana passada foram lideradas por fundos focados em Bitcoin, totalizando US$ 13,8 milhões.

Os fundos de Ethereum sofreram saídas de US$ 15,6 milhões. Os fundos focados em Solana atraíram US$ 1,5 milhão. Os associados à Polkadot ( DOT) e à Cardano ( ADA) conseguiram US$ 1,5 milhão e US$ 1,4 milhão, respectivamente. Os produtos de investimento multi-asset (associados a várias criptomoedas) renderam entradas líquidas de US$ 8 milhões.

O recente mercado de criptomoedas ainda está em um mar vermelho, com o BTC caindo 20% nos últimos sete dias, sendo negociado em torno de US$ 34.100 neste momento.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe