Presidente do BC

Inflação recente foi surpresa e estamos abertos a analisar cenário, diz Campos Neto

Na apresentação, o presidente do BC afirmou, por outro lado, que a alta do real ainda não está totalmente refletida nos preços

Por  Reuters -

Dado recente de alta da inflação no Brasil foi surpresa e o Banco Central está aberto a analisar cenário se houver algo diferente do padrão, afirmou nesta segunda-feira o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

Em evento promovido pela Arko e Traders Club, Campos Neto disse que o núcleo de inflação (que desconsidera itens mais voláteis) está muito alto e que é preciso avaliar a surpresa recente de alta nos preços para observar se essa tendência de alta muda.

A inflação brasileira deu o maior salto em 28 anos para um mês de março, segundo dados do IBGE apresentados na última semana, sob o impacto da alta dos combustíveis e com disseminação generalizada por vários grupos de produtos e serviços, atingindo 11,30% em 12 meses.

De acordo com Campos Neto, o movimento de alta foi puxado por preços de combustíveis, mas também por uma surpresa em vestuário e outros componentes.

Leia também:

Na apresentação, o presidente do BC afirmou, por outro lado, que o recente movimento do câmbio, com valorização do real, ainda não está totalmente refletido nos preços.

Em apresentações recentes, Campos Neto vem afirmando que o BC pode rever seus posicionamentos e aumentar o aperto monetário se observar novos choques sobre a inflação.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe