Conteúdo editorial apoiado por

ICON: índice de consumo sobe em maio, mas gráfico ainda mostra tendência de baixa

Índice opera na região dos 2,9 mil pontos; cenário otimista aconteceria com rompimento de resistência nos 3,05 mil pontos

Rodrigo Petry

Gráfico diário do ICON em 2024. Fonte: Clear Trader
Gráfico diário do ICON em 2024. Fonte: Clear Trader

Publicidade

O índice de consumo da Bolsa (ICON) vem se recuperando em maio, acumulando valorização de 6,5%. No pregão desta segunda-feira (20), por volta das 13h30, o ICON sobe 0,57%, cotado aos 2.920 pontos.

Mesmo com essa recente valorização, seu gráfico, segundo a análise técnica, ainda aponta para uma tendência de baixa. Isso está alinhado à queda registrada pelo ativo no acumulado deste ano, que soma 7%.

O analista técnico Guilherme Schrepel, da Investimentos 4YOU, destaca que o IMOB opera dentro de uma tendência de baixa, “realizando topos e fundos descendentes e com grande dificuldade em romper topos”.

Continua depois da publicidade

“Tem uma região de suporte imediato, localizada nos 2.878, que vem desenhando bandeiras de baixa, com possibilidade de cumprir o alvo com a projeção do mastro na região do 2541/2493”, destaca.

IMOB: Análise técnica

Gráfico diário ICON. Fonte: Nelogica. Elaboração: Guilherme Schrepel

Conforme ele, na última semana, o índice conseguiu demonstrar força dos compradores, porém, ainda permanece dentro do range de polaridade, região que já foi suporte, e agora vem sendo testada como resistência, em 2.911 a 2.943 (zona vermelha, do gráfico acima).

No curto prazo, acrescenta, o índice tem como alvo a região do 2.793/2.772 (zona azul, do gráfico acima). E, rompendo essa região, “abre espaço para cumprir alvos maiores, regiões que já foram testadas, entrando pressão compradora.”

Continua depois da publicidade

“O cenário otimista para recuperação seria no rompimento da região de resistência em 3.055, caso contrário ainda podem vir quedas”, aponta.

Saiba mais: padrões de candlestick

Gráfico semanal

Gráfico semanal ICON. Fonte: Nelogica. Elaboração: Guilherme Schrepel

Olhando para o gráfico semanal, o índice “vem tentando uma possível recuperação”, já que busca romper a média de 19 períodos, após superar, na última semana, os 2.881 pontos.

Continua depois da publicidade

“Mas ainda, sim, devemos citar que ao testar a região superior da bandeira o preço sentiu e deixou pavio, demonstrando entrada dos vendedores, mas teve uma ótima performance da semana”, destaca.

Semana passada, o índice subiu 3,45%, “anulando um possível candle de topo feito na semana do dia 06/05/24”.

No entanto, acrescenta, no curto prazo o “índice ainda permanece em tendência baixista.”

Continua depois da publicidade

Guias de análise técnica:

Confira mais conteúdos sobre análise técnica no IM Trader. Diariamente, o infomoney publica o que esperar dos minicontratos de dólar e índice. As melhores plataformas para operar na Bolsa. Abra uma conta na XP.