Ibovespa tem maior alta desde 5 de novembro e renova máxima histórica, fechando acima de 122 mil pontos

Mercado termina a sessão com ganhos expressivos enquanto o dólar teve valorização de 1,82% a R$ 5,39

Ricardo Bomfim

Publicidade

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou em alta nesta quinta-feira (7) e bateu máxima histórica de fechamento, encerrando uma sessão acima dos 120 mil pontos pela primeira vez.

O desempenho foi puxado por bancos e pelas ações ligadas a commodities depois de o Congresso dos Estados Unidos confirmar Joe Biden como o presidente do país e do governo de São Paulo anunciar que a Coronavac tem 78% de eficiência contra a Covid-19.

De acordo com o governo estadual, também na manhã desta quinta-feira, o Instituto Butantan submeteu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) um pedido de aprovação do uso emergencial da CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantã, no Brasil.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Já nos EUA, a sessão do Congresso para certificar os votos do colégio eleitoral que deram a vitória a Biden nas eleições presidenciais foi retomada à noite apesar dos protestos de manifestantes apoiadores de Donald Trump, que invadiram o Capitólio.

Após a confirmação de Biden como presidente, o assessor de Trump para redes sociais, Dan Scavino, tuitou uma declaração de que o presidente em exercício afirmou que, apesar de “discordar totalmente do resultado da eleição haverá uma transição harmoniosa em 20 de janeiro”. “Apesar disso representar o fim do maior primeiro turno da história presidencial, é apenas o início de nossa luta para tornar a América Grande de Novo.”

Não apenas Biden teve o caminho aberto para tomar posse como a apuração das urnas no estado da Georgia confirmou a “Onda Azul”, que facilita para que o novo presidente aprove suas legislações no Congresso.

Continua depois da publicidade

Os democratas Jon Ossoff e Raphael Warnock foram eleitos para o Senado, derrotando os republicanos David Perdue e Kelly Loeffler. Como resultado, o parlamento americano terá 50 senadores republicanos e 50 democratas, o que na prática garante o controle do Partido Democrata em todas as instâncias do poder.

Isso porque a vice-presidente Kamala Harris terá voto de minerva e poderá decidir as votações do Senado que terminarem empatadas. Os democratas também mantiveram o controle da Câmara de Representantes.

Essa Onda Azul é vista no mercado como algo que deverá ter como consequência o aumento do gasto público em estímulos. Os temores anteriores de que pudessem haver medidas contra o monopólio das empresas de tecnologia acabaram sendo afastados com apostas de que a ala moderada do partido Democrata conterá medidas tomadas mais à esquerda.

O Ibovespa registrou alta de 2,76%, a 122.385 pontos com volume financeiro negociado de R$ 41,245 bilhões. Além de máxima histórica, hoje também foi a maior alta do benchmark em um só dia desde 5 de novembro, quando o índice disparou 2,95%.

Enquanto a Bolsa disparava, o real perdia muito valor em relação ao dólar. Prevalecia no caso da moeda o noticiário doméstico, com o aquecimento da disputa na Câmara dos Deputados após o lançamento oficial da candidatura de Baleia Rossi (MDB-SP), cuja declaração impactou o dólar na véspera após citar a prorrogação do auxílio emergencial.

Analistas entendem que o Congresso brasileiro pode acabar aprovando mais gastos em um momento no qual as contas públicas se encontram fragilizadas.

O dólar comercial teve alta de 1,82%, a R$ 5,398 na compra e R$ 5,399 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em fevereiro tem valorização de 1,79%, a R$ 5,417 no after-market.

No mercado de juros futuros, os contratos de DI também refletiram esse temor fiscal, de modo que o DI para janeiro de 2022 subiu quatro pontos-base a 3,02%, o DI para janeiro de 2023 avançou 14 pontos-base a 4,60%, o DI para janeiro de 2025 registrou variação positiva de 19 pontos-base a 6,17% e o DI para janeiro de 2027 subiu 26 pontos-base a 6,96%.

Vacinação no Brasil

O consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil divulgou, às 20h de quarta (6), o avanço da pandemia em 24h no país.

A média móvel de casos confirmados em 7 dias foi de 36.367, queda de 19% frente o período encerrado 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 62.532 casos. A média móvel de mortes em 7 dias foi de 729. Com isso, houve queda de 1% frente a média móvel do período encerrado 14 dias antes. Em apenas um dia foram registradas 1.266 mortes por covid, o maior número desde 18 de agosto. Possivelmente, os dados foram impulsionados por registros represados durante o período do feriado.

Representantes do Instituto Butantan e do governo de São Paulo devem apresentar nesta quinta os dados sobre a eficácia dos testes clínicos da CoronaVac no Brasil para registro da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O imunizante é desenvolvido pela farmacêutica chinesa Sinovac.

Os dados serão divulgados em coletiva de imprensa na sede do Butantan, com participação do governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Segundo o governo, houve registro de pelo menos 170 voluntários contaminados, dentre 13 mil, incluindo os que receberam placebo e os que receberam o imunizante. O estudo de fase 3 compara os números em ambos os casos para medir a eficácia da vacina. A taxa média de eficácia exigida pela Anvisa é de 50%.

O governo pretendia inicialmente anunciar os dados em 23 de dezembro. Apesar de ter adiado o anúncio, o governo mantém a previsão de iniciar a vacinação em 25 de janeiro.

Na quarta-feira, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, realizou um pronunciamento em rede nacional de televisão, em que afirmou que a vacinação federal contra a covid também se iniciará em janeiro, e que o país exportará uma vacina.
Ele afirmou que o governo tem quantidade de seringas e agulhas suficiente para iniciar a vacinação, e que os estados receberão a vacina simultaneamente.

Disputa pela Câmara

Com a maior aliança partidária e o apoio do atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o deputado e presidente do MDB, Baleia Rossi (SP), lançou oficialmente na quarta sua candidatura ao comando da Casa com um discurso de defesa “intransigente” da democracia, rejeição da submissão ao Poder Executivo e favorável à prorrogação do auxílio emergencial em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Temos uma Câmara independente, a nossa Câmara Federal é livre. Temos o dever de fiscalizar e acompanhar as ações do Executivo, exatamente por isso a Câmara não pode ser submissa porque se for submissa ela não acompanha, não fiscaliza e não participa das questões importantes para o nosso país”, disse.

Ao lado de Maia e parlamentares de diversos partidos, Rossi agradeceu aos apoios recebidos e destacou que, desde a redemocratização, não havia “um movimento de união de partidos que pensam diferente formando uma frente ampla”.

“A sociedade espera uma luta por democracia e por liberdade. Somos diferentes, pensamos diferente o papel do Estado, a ação da economia e nós divergimos. Mas a beleza da democracia está no respeito e na boa convivência de quem pensa diferente de você”, disse, ao acrescentar que não é por pensar diferente que se deve “agredir” e “matar”.

“Tenho certeza que a defesa da nossa Constituição cidadã, a luta intransigente pela democracia, o respeito à ciência e a busca de vacina para todos é muito maior do que qualquer diferença”, acrescentou.

O deputado do MDB defendeu que é preciso ter projetos para que a economia brasileira volte a se desenvolver novamente, quer a retomada da agenda de reformas, citando a tributária, e ressaltou que os objetivos dos apoiadores da sua chapa são comuns, exemplificando a geração de renda e apoio para que os vulneráveis tenham uma oportunidade de vida melhor no país.

Após exaltar o papel da Câmara em aprovar o auxílio emergencial inicialmente de 600 reais por mês, Baleia Rossi defendeu retomar as discussões sobre o retorno da ajuda. O pagamento do auxílio se encerrou no final do ano, mesmo com os elevados números de contágio e mortes por Covid-19 registrados recentemente. “Precisamos voltar a debater o auxílio emergencial, a pandemia não acabou”, disse.

“Entendo que nós temos de buscar uma solução ou aumentando o Bolsa Família ou aumentando o auxílio emergencial para os mais vulneráveis”, reforçou ele, que foi o único a se pronunciar durante a solenidade de lançamento da candidatura.

Tanto o presidente Jair Bolsonaro quanto o ministro da Economia, Paulo Guedes, já se posicionaram publicamente contra a retomada do auxílio emergencial neste ano.

No papel, Rossi conta com o apoio de 11 partidos de todas as matizes políticas: DEM, MDB, PSDB, PSL, PT, PDT, PSB, Cidadania, Rede, PV e PCdoB. Em tese, isso poderia lhe dar maioria na Câmara caso conseguisse todos os votos, mas como a votação é secreta não é possível garantir que todos os membros bancadas votarão em bloco nele.

O emedebista deverá ter como principal adversário o líder do PP na Câmara, Arthur Lira (AL), que contou com o apoio de partidos do chamado centrão e de Bolsonaro. Caso haja número suficiente de traições, o candidato promovido por Bolsonaro poderia vencer.

Mesmo com o apoio declarado de Bolsonaro, Lira tem pregado um fortalecimento do que chama de gestão interna da Câmara, com distribuição de relatorias de projetos respeitando o critério do tamanho das bancadas, segundo uma fonte ouvida pela agência internacional de notícias Reuters, cujo nome não foi revelado.

Custeado pelo seu partido, o deputado do PP também tem viajado pelas regiões brasileiras em busca de apoio de parlamentares e de governadores dos Estados. Esta semana está na Região Norte.

Radar corporativo

A MRV informou que concluiu a venda do empreendimento Deering Groves, em Miami, com valor geral de venda (VGV) de US$ 57 milhões. O ativo tem previsão de geração de caixa de US$ 21 milhões de dólares. Esta é a primeira venda de um empreendimento da subsidiária da MRV nos EUA, a AHS Residential. O Deering Groves fazia parte de um grupo de sete empreendimentos, com um total de 1.450 unidades e cerca de US$ 306 milhões de VGV.

Atenção ainda para a próxima audiência entre a Vale, o estado e as instituições de Justiça para acordo de reparação pelo rompimento da barragem em Brumadinho.

A empresa de gás e energia elétrica Eneva teve expansão das reservas certificadas em 2020 nas bacias do Parnaíba e do Amazonas. As reservas de gás da empresa na bacia do Parnaíba, onde estão os seus principais ativos, fecharam o ano passado em 25,976 bilhões de metros cúbicos ante 24,072 bm³ no fim de 2019.

Maiores altas

Ativo Variação % Valor (R$)
SUZB3 8.64047 62.49
BRAP4 8.27899 76.38
KLBN11 7.61285 28.13
VALE3 7.01809 102.32
CSNA3 6.43646 38.53

Maiores baixas

Ativo Variação % Valor (R$)
CVCB3 -3.64532 19.56
ENGI11 -3.56709 47.58
CPFE3 -3.44718 30.25
VVAR3 -2.7724 15.08
VIVT3 -2.44444 43.9

Já a Petrobras elevará o gás liquefeito de petróleo (GLP), conhecido como gás de cozinha, em 6% a partir desta quinta-feira, segundo a assessoria de imprensa da empresa. Com o reajuste, o valor praticado pela Petrobras irá a R$ 35,98 por 13kg.

A elétrica Light informou nesta quinta que o conselho de administração da companhia aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária e secundária de 137.242.528 ações. A oferta, parte primária e parte secundária, vem em meio a um plano de desinvestimentos da Cemig, que tem 22,6% da Light e tem buscado vender alguns ativos para reduzir dívidas. O preço por ação será fixado após a coleta de intenções de investimento.

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!

Ricardo Bomfim

Repórter do InfoMoney, faz a cobertura do mercado de ações nacional e internacional, economia e investimentos.