Fechamento

Ibovespa reduz ganhos, mas engata segunda alta seguida; dólar fecha próxima da mínima

Índice acompanhou bolsas americanas, que subiram com a publicação da prévia do PIB do país e com os resultados da Meta, dona do Facebook

Por  Felipe Moreira

A bolsa brasileira reduziu os ganhos nas últimas horas do pregão desta quinta-feira (28), acompanhando a forte alta dos principais índices americanos, que foram impulsionados pela publicação do PIB americano do primeiro trimestre, que trouxe um consumo ainda forte apesar da queda anual, e também pelos bons resultados de companhias de tecnologia – o Meta, dono do Facebook ([FBOK34]), subiu quase 10%, após ter publicado seu resultado ontem.

O índice Dow Jones subiu 1,85%, aos 33.917 pontos. O S&P 500 avançou 2,48%, aos 4.287 pontos, enquanto o Nasdaq teve alta de 3,06%, aos 12.871 pontos.

A valorização de ações de peso como Petrobras (PETR3;PETR4) e Vale (VALE3) ajudaram a sustentar o índice no campo positivo, após divulgação de dados financeiros e operacionais.

O Ibovespa subiu 0,52%, aos 109.918 pontos, após oscilar entre 108.905 e 110.701 pontos. O volume financeiro foi de R$ 31,5 bilhões.

Os destaques positivos ficaram com as ações da Embraer (EMBR3) e Cielo (CIEL3), que subiram, respectivamente, 6,53% e 4,94%, seguidas pelas ações da Inter (BIDI11), com ganho de 4,28%.

As ações da Embraer subiram forte após a divulgação do balanço do primeiro trimestre.

As ações da Soma (SOMA3) e da Assaí ([ativo=ASAI3) foram os destaques negativos da sessão, recuando, respectivamente, 2,36% e 2,27%, seguidas das ações da Marfrig ([ativo=MRFG3]), com perdas de 2,27%.

O dólar fechou a segunda sessão em baixa, mas caminha para encerrar o mês com alta de cerca de 4%. A moeda americana recuou 0,55%, a R$ 4,939, após oscilar entre R$ 4,936 e R$ 5,045.

No aftermarket, às 17h08, os juros futuros sobem em bloco: DIF23, +0,50 pp, a 13,04%; DIF25, +0,37 pp, a 12,05%; DIF27, +0,04 pp, a 11,87%; DIF29, +0,08 pp, a 12,01%.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

 

Compartilhe