Bolsa

Ibovespa reduz alta perto do fim da sessão em meio a invasão do Capitólio por apoiadores de Trump

Mercado mostra muito nervosismo perto do fim da sessão com a situação de instabilidade nos EUA

ações bolsa gráfico índice mercado
(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa reduz os ganhos no fim da sessão desta quarta-feira (6), depois que manifestantes a favor do presidente americano Donald Trump invadiram o Capitólio, prédio em que se reúne o Congresso do país, para impedir a certificação dos votos nos Colégios Eleitorais para oficializar a eleição do democrata Joe Biden.

O vice-presidente Mike Pence foi escoltado e retirado do edifício, segundo a imprensa americana, enquanto que os senadores e deputados foram levados para locais seguros dentro do prédio principal.

Segundo Lucas Monteiro, trader de multimercados da Quantitas, a situação é tensa e isso aciona como uma espécie de aversão ao risco automática entre os investidores. “Nesses momentos não há muito uma interpretação elaborada do significado histórico daquele fato, o mercado apenas coloca prêmios de risco diante do choque”, avalia.

Já a equipe de análise da Necton Investimentos escreveu em relatório que apesar do desgaste dos fundamentos democráticos dos EUA o efeito deletério nos mercados é limitado, pois não há uma interpretação de que as investidas de Trump para reverter o resultado das eleições serão bem sucedidas.

Hoje, nos EUA, além da cerimônia de certificação dos votos está acontecendo a apuração dos votos na eleição para o Senado na Georgia. Se o Partido Democrata ganhar as duas cadeiras em disputa terá 50 representantes contra 50 republicanos na Casa e a vice-presidente eleita, Kamala Harris, poderá resolver empates com voto de Minerva.

Com 98% das urnas apuradas, o democrata Raphael Warnock é apontado como o vencedor do pleito contra republicana Kelly Loeffler por 50,6% a 49,4%, segundo projeções de veículos de imprensa como CNN, CBS, Associated Press e CNBC. A disputa pela outra vaga, entre o democrata Jon Ossoff e o republicano David Perdue, segue em aberto, com pequena vantagem para Ossoff, por 50,1% a 49,9%.

Ou seja, na prática isso criaria uma situação em que democratas controlarão Câmara, Senado e Presidência, algo que preocupa o mercado americano, pois pode significar a aprovação de propostas como aumento de impostos e combate ao monopólio de empresas de tecnologia. Para os republicanos manterem o controle do Senado basta assegurarem um dos dois assentos.

Uma onda democrata, no entanto, pode não ser tão ruim para o Brasil, uma vez que o dinheiro alocado nas bolsas dos EUA pode refluir para emergentes diante das maiores intervenções na economia americana e o capital pode migrar de ações de empresas de alta tecnologia para companhias de setores tradicionais como o financeiro, as indústrias menos modernas e as commodities.

Às 17h45 (horário de Brasília), o Ibovespa tem alta de 0,24%, a 119.663 pontos. Na máxima do pregão o benchmark chegou a bater 120.924 pontos, superando por larga margem a máxima histórica intradiária anterior, registrada no dia 4, quando a Bolsa atingiu 120.353 pontos.

PUBLICIDADE

Enquanto isso, o dólar comercial registrou valorização de 0,8%, a R$ 5,3014 na compra e R$ 5,3024 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em fevereiro sobe 0,21%, a R$ 5,304.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 subiu seis pontos-base a 2,96%, DI para janeiro de 2023 avançou 15 pontos-base a 4,46%, DI para janeiro de 2025 registrou variação positiva de 17 pontos-base a 5,97% e DI para janeiro de 2027 subiu 19 pontos-base a 6,70%.

Quem puxa o desempenho positivo na Bolsa são as altas de ações de bancos e de blue chips ligadas a commodities apesar de diversos papéis do índice registrarem baixas.

O petróleo atingiu sua máxima em 11 meses depois da Arábia Saudita concordar em reduzir sua produção em um milhão de barris por dia. Já o minério de ferro fechou em alta de 0,3% a US$ 160 a tonelada na bolsa de Dalian.

Com isso, as ações da Petrobras (PETR3; PETR4) e da Vale (VALE3) registravam ganhos próximos de 2%. Os papéis das duas empresas juntos respondem por 22,84% da composição da carteira teórica do Ibovespa.

Por aqui, o ministro da Economia, Paulo Guedes, interrompeu férias e participou de reunião ministerial no Palácio do Planalto. O encontro com ministros não constava das agendas oficiais e foi confirmado no início da manhã pela Secretaria de Comunicação do Planalto (Secom).

Já o presidente da República, Jair Bolsonaro, um dia depois de dizer que o Brasil estava “quebrado”, voltou atrás e disse que o País estava “uma maravilha” e novamente culpou a imprensa pela repercussão de sua frase.

Na Europa, o foco é sobre a pandemia do novo coronavírus. Na terça, a Inglaterra iniciou seu terceiro lockdown de abrangência nacional, com medidas restritivas ampliadas também nas outras nações que integram o Reino Unido. No mesmo dia, a Alemanha estendeu o lockdown em curso no país até o dia 31 de janeiro.

PUBLICIDADE

Há também preocupações quanto a uma nova variante do coronavírus encontrada na África do Sul. Scott Gottlieb, antigo chefe da Food and Drug Administration, a agência americana responsável por aprovação de medicamentos, afirmou na terça que a nova variante parece inibir anticorpos.

A África do Sul registrou no dia 31 de dezembro o seu recorde de novos casos de Covid, 18 mil. O recorde de mortes no país durante o atual período de ressurgência do coronavírus foi de 513, registradas na terça (5).

Há expectativa de que a Agência Europeia de Medicamentos se manifeste nesta quarta a respeito da vacina contra o coronavírus desenvolvida pela farmacêutica Moderna.

Covid no Brasil

O consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias estaduais de Saúde no Brasil divulgou, às 20h de terça (5), o avanço da pandemia em 24h no país.

A média móvel de casos confirmados em 7 dias foi de 32.260, queda de 30% frente o período encerrado 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 57.447 casos. A média móvel de mortes em 7 dias foi de 723. Com isso, houve queda de 7% frente a média móvel do período encerrado 14 dias antes. Em apenas um dia foram registradas 1.186 mortes por covid, o maior número desde agosto. 

Em conversa com simpatizantes transmitida pela internet, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que “não é verdade” que há países em que já há uma vacinação de toda a população.

“Não é verdade, mais ou menos 25% do país está vacinando e, detalhe, um fabricante vendeu 10 mil vacinas para 20 e poucos países. Eles estão vacinando, mas não estão vacinando seu povo como um todo. Dez mil vacinas para um país não é nada, não interessa que seja Paraguai, população pequena, ou até a Alemanha, população média, ou até mesmo o Brasil, mas isso vem a pressão, pressão porque vende (…) Agora criaram um pânico perante a população e quando eu falei lá atrás que tinha que enfrentar: ‘ah, ele despreza a morte!’. Tem que enfrentar, pô, é igual a uma guerra”, afirmou.

Em nota conjunta publicada na terça, os ministérios da Saúde e das Relações Exteriores afirmaram que o governo da Índia não tem qualquer proibição de exportação de vacinas contra a Covid-19 para outros países, e a expectativa é que a importação de doses do imunizante desenvolvido por Universidade de Oxford e AstraZeneca produzidos no país asiático cheguem ao Brasil ainda neste mês.

PUBLICIDADE

A manifestação ocorre após uma reportagem do jornal Folha de São Paulo afirmar que a diplomacia vinha trabalhando para garantir as importações da vacina, que estariam sob risco de serem barradas pelo governo indiano.

O imunizante é testado no Brasil pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), que deverá produzi-lo localmente com insumos importados, e pretende importar 2 milhões de doses prontas do Instituto Serum, da Índia, a um curso de cerca de R$ 60 milhões.

Até o momento, a Anvisa não recebeu o pedido de uso emergencial ou de registro definitivo do imunizante promovido pela Fiocruz, ou de qualquer outra vacina para Covid-19 no Brasil.

Na terça, representantes de Anvisa e Fiocruz se reuniram para tratar do pedido de uso emergencial da vacina da AstraZeneca. Esperava-se que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apresentasse a solicitação até quarta-feira, mas pedidos adicionais de informações por parte da Anvisa a respeito da vacina desenvolvida pela AstraZeneca, a ser importada da Índia, adiaram essa data para até sexta-feira.

Uma vez que o Ministério da Saúde informou que iniciará a vacinação em até cinco dias após a Anvisa aprovar algum imunizante, a agência de vigilância precisará analisar qualquer pedido que receber antes dos 10 dias de prazo estipulado para que o governo federal consiga iniciar a vacinação no dia 20 de janeiro –prazo apresentado pelo Ministério da Saúde como melhor cenário. No pior cenário, o início da vacinação federal fica previsto para 10 de fevereiro.

Radar corporativo

Em destaque no radar corporativo, a Suzano concluiu a venda de terras para Bracell por R$ 1,057 bilhão. Já a a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) disse na última terça-feira que cobrou explicações da Equatorial Energia, distribuidora responsável pelo suprimento em Teresina (PI), após um blecaute atingir a região na virada do ano. A agência afirmou que abrirá um processo de fiscalização.

As falhas de fornecimento, de 31 de dezembro a 3 de janeiro, foram causadas por chuvas e ventos e impactaram cerca de 71 mil unidades consumidoras, segundo o órgão regulador. Em comunicado, a Aneel afirmou que deu prazo até 11 de janeiro para a Equatorial Piauí informar o total de consumidores afetados, bem como os equipamentos da rede afetados pela falha e as equipes emergenciais dedicadas para resolver o problema.

Já a CCR informou que o movimento nas rodovias administradas pela companhia subiu 8% entre os dias 18 e 24 de dezembro, na semana do Natal, frente o mesmo período do ano passado. A alta foi puxada, principalmente, pelos veículos comerciais. Contudo, no acumulado do ano, o tráfego de veículos caiu 2%.

A XP Investimentos, por sua vez, iniciou a cobertura de JHSF (JHSF3) com preço-alvo de R$ 9,70 por ação para 2021 e recomendação de compra. “Nossa visão construtiva para o papel é atribuída principalmente ao seu robusto potencial de crescimento, impulsionado pelo ambiente positivo para o setor imobiliário nos próximos anos bem como os recursos levantados em seu recente follow-on (oferta subsequente de ações)”, apontam os analistas.

A XP também elevou o preço-alvo para as ações da Petrobras de R$ 32 para R$ 35 (para ambas as classes de ações) com a conclusão da reunião da OPEP+, com anúncio de cortes voluntários de produção pela Arábia Saudita.

A Ambipar, especializada em resposta a emergências e gestão de resíduos ambientais, prevê aceleração das receitas em 2021, devido em parte à crescente demanda por descontaminação de ambientes para prevenir a infecção por Covid-19. Segundo informações da agência internacional de notícias Reuters, desde novembro a companhia fechou contratos para atender empresas de grande porte no Brasil, incluindo uma cervejaria, uma cadeia de fast food e duas indústrias alimentícias.

(com Agência Estado, Bloomberg e Reuters)

Quer migrar para uma das profissões mais bem remuneradas do país e ter a chance de trabalhar na rede da XP Inc.? Clique aqui e assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro!