Abertura

Ibovespa Futuro sobe seguindo exterior em meio a pacote trilionário de Trump e estímulo do Fed; dólar cai

Pré-market mostra ganhos diante de injeção de mais dinheiro na economia global

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro abre em alta nesta terça-feira (16) seguindo o otimismo dos investidores nos Estados Unidos após notícias de que o presidente americano Donald Trump estaria preparando um pacote de investimentos em infraestrutura de US$ 1 trilhão. As informações vieram depois do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, anunciar na véspera que comprará títulos da dívida de empresas individualmente.

A maior parte dos recursos do ambicioso projeto de infraestrutura de Trump seriam alocados em modais tradicionais como a construção de estradas e pontes, mas algum dinheiro também seria reservado para implementar a tecnologia 5G e serviços de banda larga rural. Ontem, o governo americano permitiu que empresas trabalhem com a chinesa Huawei no 5G.

Por aqui, foram divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) as vendas no varejo, que caíram 16,8% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado. A expectativa mediana dos economistas compilada no consenso Bloomberg apontava para uma retração de 14%.

Aprenda a investir na bolsa

Às 09h10 (horário de Brasília) o contrato futuro do Ibovespa para julho tinha alta de 1,84% a 94.200 pontos.

Já o dólar futuro para julho opera em queda de 0,89% a R$ 5,115. O dólar comercial, por sua vez, tem baixa de 0,68%, a R$ 5,1061 na compra e R$ 5,1071 na venda.

No mercado de juros futuros, DI para janeiro de 2022 tem baixa de três pontos-base a 3,02%, o DI para janeiro de 2023 registra perdas de três pontos-base a 4,10% e o DI para janeiro de 2025 recua também três pontos-base a 5,68%.

Apesar de animados com as notícias de aumento no gasto público dos EUA, os investidores seguem preocupados com os efeitos de uma segunda onda da Covid-19. Os números de casos da doença têm subido nas principais economias e somam, no mundo, 8,134 milhões de contaminados e 439.519 mortes.

Hoje a Polícia Federal cumpriu 21 mandados de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina e no DF. O deputado federal Daniel Silveira, vice-líder do governo, escreveu no Twitter que a PF está em seu apartamento.

Na última segunda-feira (15), a ativista bolsonarista Sara Giromini (ou Sara Winter) foi presa em uma ação dentro do mesmo inquérito. Ela foi uma das coordenadoras de um acampamento de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios.

Cenário político

PUBLICIDADE

O Palácio do Planalto deve tomar uma decisão sobre o destino do ministro da Educação, Abraham Weintraub. Um dos aliados mais ferrenhos do governo, sua demissão é esperada após os ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e por fazer parte do inquérito das fake news.

Segundo o jornal “Folha de S.Paulo”, o presidente Jair Bolsonaro tenta dar uma saída “honrosa” ao ministro, dando a ele um cargo no Planalto ou um posto diplomático no exterior.

Além disso, na segunda-feira à noite, Bolsonaro afirmou, em entrevista à BandNews, que a análise pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de um processo que pode levar à cassação da chapa presidencial é “começar a esticar a corda”.

Para ele, esse processo, que trata de um ataque virtual a um grupo de mulheres em 2018, já deveria ter sido arquivado e que o seu julgamento é “inadmissível”.

Pandemia do coronavírus

Enquanto as contaminações por coronavírus avançam em todo o mundo, a empresa de biotecnologia Moderna anunciou, ontem à noite, acreditar poder disponibilizar até o final de novembro os dados sobre a eficácia da vacina contra o coronavírus. A empresa deve em 30 dias dar início aos estágios finais dos testes.

São algumas centenas de testes para uma vacina do coronavírus em curso, mas a da Moderna é uma das que se encontra em etapa mais avançada, assim como uma outra iniciativa de um laboratório na China.

Os números de casos da doença têm subido nas principais economias e somam, no mundo, 8,134 milhões de contaminados e 439.519 mortes.

Panorama corporativo

Os investidores devem repercutir nesta terça-feira o resultado negativo do balanço da Oi e também a captação de recursos pela Via Varejo (dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto Frio).

PUBLICIDADE

Na segunda-feira, após o encerramento do pregão, a Oi anunciou que registrou um prejuízo líquido de R$ 6,28 bilhões no primeiro trimestre do ano, ante R$ 568 milhões de lucro nos primeiros três meses de 2019.

Na mesma base de comparação, a receita líquida atingiu R$ 4,75 bilhões, queda de 7,4%. O Ebitda caiu 5,8%, para R$ 1,53 bilhão. Já a dívida líquida da empresa subiu 79% no comparativo anual, para R$ 18,1 bilhões.

Já a Via Varejo levantou R$ 4,45 bilhões em sua oferta de ações (“follow on”) concluída na segunda-feira. O preço da ação foi fixado em R$ 15.

Os recursos serão utilizados para investimentos na área de tecnologia e logística, além de reforço na estrutura de capital.

No setor aéreo, a Embraer informou que fechou uma linha de capital de giro voltada para exportações de aeronaves no valor de US$ 600 milhões. O prazo da operação é de até quatro anos.

Segundo a empresa, o BNDES irá liberar até US$ 300 milhões desse montante e o restante virá de bancos comerciais.

Invista na carreira mais promissora dos próximos 10 anos: aprenda a trabalhar no mercado financeiro em um curso gratuito do InfoMoney!