Abertura dos mercados

Ibovespa Futuro opera entre leves perdas e ganhos, com investidores monitorando impactos da ômicron

Por aqui, investidores também repercutem aprovação do Orçamento de 2022; dados dos EUA também estão no radar dos mercados

Por  Equipe InfoMoney

Em ritmo de fim de ano, com liquidez reduzida, os principais índices de bolsas mundiais operam sem sentido muito definido nesta quarta-feira (22), entre leves perdas e ganhos. Contudo, os investidores ainda monitoram com atenção as notícias diante de dúvidas sobre a evolução da variante Ômicron e as chances de se passar um pacote fiscal EUA, ainda que menor do que o previsto após o posicionamento do senador Joe Manchin. No noticiário doméstico, a aprovação do Orçamento na véspera ganha destaque, enquanto EUA divulga dados sobre a atividade econômica durante a manhã.

Às 9h06 (horário de Brasília), o contrato futuro do Ibovespa com vencimento em fevereiro de 2022 tinha variação positiva de 0,03%, aos 106.685 pontos. Já o dólar futuro para janeiro de 2022 caía 0,09%, a R$ 5,750. O dólar comercial, por sua vez, tinha variação positiva de 0,07% no mesmo horário, a R$ 5,742 na compra e R$ 5,743 na venda.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 subia um ponto-base a 11,40%; DI para janeiro de 2025 operava estável a 10,41%; e o DI para janeiro de 2027 subia um ponto-base, a 10,36%.

Nos EUA, o otimismo aumentou depois que o presidente Joe Biden disse que ainda tem uma chance de chegar a um acordo com o senador  para que seu plano econômico, intitulado Build Back Better, seja aprovado no Congresso, ainda que menor do que os US$ 2 trilhões previstos atualmente.

Durante pronunciamento, Biden  também descartou a possibilidade de novos lockdowns, também contribuindo para a melhora no sentimento do mercado.

Já a Food and Drug Administration (FDA) informou que está pronta para autorizar medicamentos da Pfizer e Merck para tratamento contra a Covid-19 já nesta semana.

Houve um alívio na véspera com a percepção de que a variante Ômicron do coronavírus terá consequências econômicas limitadas, mesmo com o aumento dos casos globais e com mais países anunciando restrições. Nos últimos dias, Alemanha, Escócia, Irlanda, Portugal, Holanda e Coreia voltaram a adotar lockdowns ou outras restrições à atividade.

Em destaque no noticiário nacional, o Congresso Nacional aprovou na noite da véspera o Orçamento da União para 2022. Agora, o PLN 19/2021 segue para sanção presidencial com as modificações aprovadas por deputados federais e senadores.

O salário mínimo previsto para vigorar a partir de 1º de janeiro de 2022 é de R$ 1.210. O programa Auxílio Brasil, que substitui o Bolsa Família, terá R$ 89 bilhões. O fundo eleitoral vai repartir R$ 4,9 bilhões. A área da Saúde terá mais de R$ 147 bilhões e a Educação, mais de R$ 113 bilhões. Os deputados aprovaram a matéria com 358 votos contra 97; os senadores, com 51 votos contra 20.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O texto aprovado, o substitutivo do relator-geral, deputado Hugo Leal (PSD-RJ), considera mudanças no cenário macroeconômico para 2022, com redução na estimativa de crescimento da economia (de 2,5% do PIB, para 2,1%) em relação ao projeto original do governo.

O que acompanhar no dia

Na agenda de indicadores, destaque para o Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido, que cresceu 1,1% no terceiro trimestre ante o anterior, informou nesta quarta-feira, 22, o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS, na sigla em inglês), segundo a leitura final do dado. Analistas ouvidos pelo The Wall Street Journal previam avanço um pouco maior, de 1,3%, mesma porcentagem registrada pela leitura preliminar.

Nesta manhã, também será divulgada a terceira estimativa do PIB dos EUA do terceiro trimestre, com projeção de alta de 2,1% (segundo consenso Refinitiv) em termos anualizados na comparação trimestral. Atenção ainda para os dados de vendas de moradias usadas. Por aqui, durante a tarde, o Tesouro divulga o Relatório da Dívida Pública de novembro.

Radar Corporativo

Eletrobras (ELET3;ELET6

O Conselho Nacional de Politica Energética (CNPE) aprovou novos valores para contratos de concessão para capitalização da Eletrobras.

O valor adicionado pelos novos contratos de concessão foi definido em R$ 67 bilhões.

A empresa pagará R$ 25,3 bilhões à União por outorgas de usinas que sairão do regime de cotas, informa MME.

Hypera (HYPE3)

A Hypera (HYPE3) aprovou a distribuição de juros sobre capital próprio, de R$ 0,30881 por ação ordinária, com retenção de imposto de renda na fonte, equivalente ao montante total bruto de R$ 194,7 milhões.

O pagamento será realizado em 7 de janeiro de 2022, sendo que o pagamento dos JCP será realizado com base na posição acionária constante dos registros da companhia ao final de 28 de dezembro de 2021.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Getnet (GETT11

A Getnet (GETT11) aprovou o pagamento de juros referente aos valores apurados nos exercícios sociais de 2016, 2019 e 2021, no valor de R$ 298 milhões, equivalentes a R$0,15217104877 por ação ordinária, R$0,16738815366 por ação preferencial e R$ 0,31955920243 por Unit.

A partir de 21 de janeiro de 2022 as ações da companhia serão negociadas “Ex-Juros sobre Capital Próprio”. Os proventos serão pagos no dia 18 de fevereiro.

Marfrig (MRFG3)

A Marfrig (MRFG3) divulgou que o valor final de seus dividendos é de R$ 1,25 por  ação, a serem pagos no dia 29 deste mês aos acionistas inscritos na base acionária da companhia até o dia  21 de dezembro de  2021.

Vivara (VIVA3)

A Vivara (VIVA3) distribuirá JCP bruto de R$ 0,2751 por ação. As ações serão negociadas ex-direito em 28 de dezembro de 2021.

Os JCPs declarados serão pagos pela companhia em uma única parcela, até 15 dias após a Assembleia Geral Ordinária a se realizar no exercício social de 2022.

Marcopolo (POMO4

A Marcopolo (POMO4) aprovou nesta terça o pagamento de juros sobre o capital próprio de 2021, no valor de R$ 0,037 por ação representativa do capital social da companhia, a serem pagos no dia 4 de abril de 2022 com retenção de imposto de renda.

Energisa (ENGI11

Em reunião nesta terça-feira, a Energisa (ENGI11) aprovou pagamento de dividendos intercalares, no valor de R$ 796 milhões. Os pagamentos serão efetuados no dia 2 de março de 2022.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

(Com Estadão, Bloomberg e Agência Brasil)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe