Fechamento

Ibovespa fecha em leve baixa com correção após altas recentes; dólar cai 2,4% e volta para R$ 5,21

Mercado termina a sessão com desempenho fraco depois dos ganhos dos últimos dias

(Divulgação)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após chegar a superar os 105 mil pontos nos primeiros minutos de pregão, o Ibovespa encerrou a sessão em leve queda com o peso de uma correção depois das fortes altas recentes. Com isso, o índice se descolou nesta terça-feira (21) das bolsas americanas, que registraram ganhos entre 0,2% e 0,6%. A exceção foi o Nasdaq, de ações de tecnologia, que caiu 0,81%.

Hoje, os papéis que pressionaram a Bolsa foram justamente os que mais apresentaram valorização nas últimas sessões. É o caso da mineradora Vale (VALE3), que responde por 10,5% da carteira teórica do Ibovespa, e da B3 (B3SA3), que compõe 7% do índice. Para mais destaques de ações clique aqui.

O Ibovespa fechou em leve baixa de 0,11% a 104.309 pontos com volume financeiro negociado de R$ 32,957 bilhões.

Aprenda a investir na bolsa

Já o dólar futuro para agosto tem queda de 2,77% a R$ 5,192 no after-market. O dólar comercial, por sua vez, registrou perdas de 2,44%, a R$ 5,2105 na compra e R$ 5,2115 na venda, seu menor valor desde 23 de junho.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 subiu três pontos-base a 2,95%, o DI para janeiro de 2023 teve alta de um ponto-base a 4,02% e o DI para janeiro de 2025 fechou estável a 5,50%.

Mais cedo, animou os investidores a notícia de que os líderes da União Europeia chegaram a um acordo para a liberação de um pacote de 750 bilhões de euros em estímulos com o objetivo de recuperar a economia por conta dos impactos do coronavírus.

A reunião da cúpula da UE durou quatro dias. Ficou definido que 390 milhões de euros serão destinados aos países mais atingidos pela pandemia do novo coronavírus, como Itália e Espanha, e uma fatia de 360 milhões estará disponível como empréstimo.

Um novo pacote de ajuda financeira também está sendo cogitado nos Estados Unidos, no momento em que algumas regiões precisam retomar as medidas de isolamento social para conter o avanço da Covid-19.

Por aqui, a vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac chegou ao aeroporto de Cumbica na madrugada de segunda-feira e 9 mil profissionais da saúde receberão doses da profilaxia na terceira fase dos testes, que deve ser concluída em 90 dias.

Reforma tributária

PUBLICIDADE

O governo já mandou ao Congresso Nacional mensagem comunicando o envio do Projeto de Lei que unifica as cobranças do PIS e Cofins instituindo a Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços (CBS).

A mensagem foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU) que circula no início da tarde desta terça-feira, 21.

Vetos na geladeira 

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), deve evitar colocar para votação os vetos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sobre o novo marco legal do saneamento e o que trata da desoneração da folha de pagamento. Segundo o jornal “Folha de S.Paulo“, o parlamentar quer evitar desgaste no momento em que tenta garantir a sua reeleição para a presidência da Casa.

No marco legal, Bolsonaro vetou a regra que permitia renovação de contratos de estatais por mais 30 anos, o que desagradou parlamentares. Na segunda-feira, o presidente do Senado suspendeu a reunião com os líderes partidários, evitando uma cobrança sobre o tema. Não há data marcada para discutir os vetos.

Ainda no radar político, a Polícia Federal começou a cumprir mandados na manhã desta terça em investigação sobre suposto caixa 2 na campanha de José Serra (PSDB) ao Senado em 2014. A operação é uma nova fase da Lava Jato que apura crimes eleitorais e é feita em conjunto com o Ministério Público Eleitoral (MPE).

Pedro Guimarães no InfoMoney

O InfoMoney recebeu, nesta manhã Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal. Guimarães informou que haverá ampliação da pausa no pagamento do financiamento imobiliário, atualmente em 4 meses.

O executivo ainda falou sobre crédito para pequenas empresas e sobre o foco da instituição financeira, que é financiar as pessoas de baixa renda, visto que o setor bancário privado não cumpre esta função.

Noticiário corporativo

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu um processo administrativo para investigar a divulgação, pela Via Varejo, de mensagens no Twitter que mostraram números fortes das vendas da varejista entre maio e junho. Essa divulgação impulsionou os papéis da empresa negociados na B3.

PUBLICIDADE

De acordo com as publicações na conta da Via Varejo no Twitter, as vendas da “games e câmeras, com itens como controles, drones e câmeras semiprofissionais” tiveram um aumento de mais de 2.500% em maio e junho frente ao mesmo período de 2019. No caso dos televisores, a empresa afirmou na postagem que houve aumento de cerca de 1.900%. Essas mensagens foram posteriormente excluídas.

Em fato relevante, a Via Varejo informou que as mensagens no Twitter não foram autorizadas e por essa razão fora retiradas do ar assim que a área de relações com investidores tomou conhecimento. A companhia também soltou os dados de desempenho das vendas em maio e junho.

Maiores altas

AtivoVariação %Valor (R$)
PCAR36.9305676.99
CVCB34.7641122.65
ABEV33.9660114.68
SANB112.8140730.69
CRFB32.8037420.9

Maiores baixas

AtivoVariação %Valor (R$)
QUAL3-6.2166429.87
IRBR3-4.37228.53
BPAC11-3.4594689.3
MGLU3-3.1034584.3
ELET3-3.138.76

Já a Vale divulgou, após o fechamento do mercado, que atingiu no segundo trimestre uma produção de minério de ferro de 67,6 milhões de toneladas, aumento de 5,5% na comparação com o mesmo período do ano passado e de 13,4% ante o primeiro trimestre de 2020.

A companhia informou que a extração de minério de ferro em junho ficou acima de 25 milhões de toneladas, “apresentando forte aceleração em relação aos níveis de abril e maio”, e entrando em um período sazonalmente forte, com níveis mais baixos de chuva.

Apesar da alta na produção, a empresa disse que impactos relacionados à Covid-19 somaram 3,5 milhões de toneladas no segundo trimestre.

Também na segunda-feira, a francesa Engie informou a aquisição de fatia acionária remanescente de 10% da Petrobras na Transportadora Associada de Gás (TAG), em um lance de aproximadamente R$ 1 bilhão em conjunto com a Caisse de dépôt et placement du Québec (CDPQ).

A Petrobras detalhou que o valor inicial da transação era de R$ 1,1 bilhão, porém foi considerado um desconto de 110 milhões de reais já recebidos em junho a título de dividendos e os demais ajustes previstos em contrato. O valor de R$ 1 bilhão foi quitado na quinta-feira, segundo fato relevante.

Com essa aquisição, a participação acionária total da Engie na TAG aumenta para 65% (dos quais 32,5% pertencem à Engie Brasil Energia), enquanto a CDPQ detém os demais 35%.

PUBLICIDADE

Aprenda a identificar as ações com maior potencial de valorização: assista à série gratuita Stock Picking – A Habilidade mais Valiosa do Mercado