Bolsa

Ibovespa cede à pressão do exterior e opera em baixa; Bolsas em NY reagem a dado de inflação ao produtor

Investidores aguardam decisões dos Bancos Centrais nos Estados Unidos e Europa; no Brasil, PEC dos Precatórios volta à agenda

Por  Mitchel Diniz -

O Ibovespa não conseguiu manter vantagem sobre o mercado internacional e zerou os ganhos vistos mais cedo, com a pressão negativa de Nova York. Lá fora, o humor dos investidores piorou após o dado de inflação ao produtor nos Estados Unidos, que veio acima do esperado. Com a semana marcada por reuniões dos Bancos Centrais pelo mundo, os investidores querem saber se medidas de estímulos adotadas ao longo da pandemia serão mantidas ou não, e assumem uma postura mais cautelosa diante dos indicadores econômicos.

O Departamento de Trabalho dos EUA informou que o índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) avançou 0,8% em novembro na comparação com outubro, enquanto o consenso de mercado estimava uma variação positiva de 0,5%. No acumulado de doze meses, o índice acumula alta de 9,6%, a maior em onze anos.

Os investidores temem que o dado possa ter impacto na decisão do Comitê de Mercado Aberto do Banco Central dos Estados Unidos (Fomc, na sigla em inglês), que se reúne a partir de hoje. Não há previsão de alta de juros no encontro desta semana, porém os investidores aguardam o comunicado da autoridade monetária, que pode sinalizar uma retirada de estímulos mais rápida da economia americana. O Federal Reserve já diminuiu a compra mensal de títulos públicos (tapering), prática que adotou ao longo da pandemia da Covid-19.

Na Europa, contudo, a expectativa é que o Banco Central Europeu e o Banco Central da Inglaterra mantenham as medidas de estímulo, diante do avanço da variante Ômicro, do coronavírus. A Johnson & Johnson informou hoje que, na África do Sul, não há casos de morte pela Ômicron entre pacientes imunizados com a sua vacina. Ainda assim, a nova cepa continua trazendo bastante incerteza aos mercados.

Aqui no Brasil, foi divulgada a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), na qual a taxa básica de juros (Selic) subiu 1,5 ponto percentual, para 9,25% ao ano.

“O documento reforçou o tom hawkish do comunicado pós-reunião do Copom”, avaliam os analistas da XP. Na ata, o BC concluiu que o processo de aperto monetário deve sair mais restrito do que o utilizado em um cenário base. A autoridade monetária considera aumentar o ritmo do aperto, mas concluiu que o ajuste de 1,5 ponto percentual é o mais apropriado no momento.

Os indicadores econômicos, por outro lado, continuam vindo mais fracos que o esperado. O volume de serviços, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), caiu 1,2% em outubro na comparação com setembro. A projeção Refinitiv, de consenso do mercado, apontava para uma alta de 0,1%. É a segunda taxa negativa consecutiva, acumulando uma retração de 1,9%.

“Se os indicadores econômicos desaceleram, pode ser que os juros de curto prazo não estiquem tanto. Isso favorece muito Bolsa”, afirma Rodrigo Franchini, sócio da Monte Bravo.

Hoje a atenção do investidor também vai estar em Brasília, onde está prevista mais uma votação sobre a PEC dos Precatórios. Trechos da proposta que sofreram alterações no Senado agora precisam ser votados em dois turnos, novamente, na Câmara dos Deputados. A Proposta de Emenda à Constituição prevê adiar o pagamento de dívidas judiciais, abrindo espaço no Orçamento Público para financiar o Auxílio-Brasil de R$ 400, substituto do Bolsa Família.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O mercado está bem otimista com a PEC dos Precatórios, de que haja aprovação, pela discussão das bases aliadas e empenho dos presidentes das Casas. Isso tira um pouco do risco fiscal”, diz Franchini.

Veja quais são os pontos em discussão da PEC dos Precatórios na Câmara

Às 14h06 (horário de Brasília), o Ibovespa operava em baixa de 0,45% aos 106.904 pontos.  O Ibovespa futuro para dezembro de 2021 caía 0,8% aos 106.980 pontos.

O dólar comercial operava em queda de 0,07% R$ 5,669 na compra e R$ 5,670 na venda. O dólar futuro para janeiro de 2022 caía 0,2% a R$ 5,689.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 cai um ponto-base para 11,44%; DI para janeiro de 2025 recua oito pontos-base a 10,38%; e o DI para janeiro de 2027 cai nove pontos-base a 10,27%.

Ao vivo – a Bolsa em Tempo Real

Nos Estados Unidos, as Bolsas se firmaram no terreno negativo: o Dow Jones recua 0,5%; o S&P 500 cai 1,27%; e a Nasdaq opera em baixa de 1,92%.

Na Europa, as Bolsas também apresentam comportamentos distintos em uma sessão de forte volatilidade para os índices. O Stoxx 600 que mede o desempenho de empresas de 17 países europeus cai 0,84%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia mais: Produção industrial da zona do euro cresceu 1,1% outubro

Os mercados asiáticos fecharam em baixa na sessão de hoje à medida que os investidores reavaliam o risco da nova variante, já que a China relatou seu primeiro caso ômicron. Na Bolsa de Dalian, o preço do minério de ferro recua hoje.

Os preços do petróleo recuam, repercutindo notícias sobre a variante do coronavírus.  A Agência Internacional de Energia diminui em 100 mil barris por dia a previsão de consumo da commodity em 2022, por conta da nova cepa.

O barril do petróleo tipo Brent cai 1,77% a US$ 73,08; o do WTI recuava 1,75% a US$ 70,07.

Radar corporativo

O noticiário corporativo desta terça-feira (14) tem como destaque a distribuição de proventos pela Grendene (GRND3), Neoenergia (NEOE3), Unicasa (UCAS3) e outros. Além disso, a São Martinho aprovou a emissão de debêntures no valor de R$ 1 bilhão e suas terras próprias foram avaliadas em R$ 4,8 bilhões.

Já a Petrobras (PETR3;PETR4)  informou que na sexta-feira (10), foi paralisada a produção de gás do campo de Manati, localizado na Bacia de Camamu, na Bahia.

A B3 (B3SA3), por suas vez, anunciou que o número de investidores pessoa física cresceu 29,3% nos últimos 12 meses, com um número total de 3,449 milhões.

Petrobras (PETR3;PETR4

A Petrobras informou que na sexta-feira (10), foi paralisada a produção de gás do campo de Manati, localizado na Bacia de Camamu, na Bahia, em virtude do fechamento de válvula submarina do gasoduto de exportação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a estatal, as causas da ocorrência estão sendo apuradas.

B3 (B3SA3)

A B3 (B3SA3) divulgou ontem (13) os resultados operacionais da bolsa de valores brasileira do mês de novembro. Dentre as principais estatísticas, destaque para o número de investidores pessoa física que cresceu 29,3% nos últimos 12 meses, com um número total de 3,449 milhões.

Apesar do aumento do número de investidores, o volume médio diário do mercado de ações no mês passado ficou em R$ 31,9 bilhões, o que representa uma queda de 6,7% comparado com novembro de 2020.

Com o aumento da inflação acompanhado pela taxa Selic, o estoque de investimentos em renda fixa apresentou um aumento de 12% em relação a 2020, com um valor total de R$ 3,55 bilhões.

Grendene (GRND3

A Grendene (GRND3) anunciou a antecipação do pagamento de dividendos. A empresa cearense irá liberar R$ 71,6 milhões em dividendos, sendo R$ 0,0794 por cada ação.

O pagamento será feito no dia 28 de dezembro. Para ter direito ao benefício, o acionista deve ter posse do ativo até o dia 16 de dezembro.

Neoenergia (NEOE3)

A Neoenergia (NEOE3) aprovou o pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no  montante de R$ 170,7 milhões, correspondentes a R$ 0,1406397677 por ação ordinária, com base na posição acionária de 01 de julho.

O pagamento será realizado em 21 de dezembro de 2021.

Unicasa (UCAS3

A Unicasa aprovou a distribuição de JCP no valor bruto de R$ 7,13 milhões, correspondentes a R$ 0,10790000 por ação.

Farão jus aos juros os acionistas com base na posição acionária de 16 de dezembro de 2021. A data de pagamento ainda será divulgada.

Banestes (BEES3

O Banestes (BEES3) aprovou o pagamento de JCP no valor bruto total de R$ 11,7 milhões. O montante aprovado equivale ao valor líquido de R$ 0,0316976348 por ação.

São Martinho (SMTO3

A São Martinho (SMTO3) aprovou a emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor de R$ 1 bilhão.

A companhia também informou a reavaliação de suas terras próprias, realizada pela consultoria Deloitte Touche Tohmatsu. As terras próprias, que somam 54.634,74 hectares, foram avaliadas em R$ 4,81 bilhões, registrando valorização de 56,2% em relação à última avaliação, divulgada em 2014, já desconsiderando as alienações de terras ocorridas ao longo do período.

Inter (BIDI11)

O Banco Central aprovou aquisição de 100% do capital social da Usend pelo Banco Inter (BIDI11). A Usend é uma empresa de tecnologia financeira sediada nos Estados Unidos, com subsidiárias no Brasil, Canadá e Reino Unido.

A autorização era uma das condições necessárias para a conclusão da aquisição da Usend pelo Inter.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil (BBAS3) anunciou nesta segunda-feira (13) que está entrando para a onda do metaverso, lançando uma nova experiência virtual que poderá se relacionar com o mundo real. A operação ocorre na cidade virtual do Complexo, servidor de RolePlay no jogo GTA.

Segundo a empresa, no game, o jogador poderá abrir contas e receber benefícios para seu personagem. Além disso, será possível trabalhar como abastecedor de caixa eletrônico, com a responsabilidade de trabalhar com remessas de valores, inclusive, dirigindo o carro forte, como na vida real.

PetroRecôncavo (RECV3

A PetroRecônvaco (RECV3) assinou um contrato de compra e venda de gás natural com a Companhia  Paraibana de Gás – PBGÁS. O acordo foi intermediado pela sua subsidiária no estado, a Potiguar  E&P.

O contrato tem duração de dois anos e prevê a entrega de 80 mil m³/dia de gás natural a partir de janeiro de 2022 e 100 mil m³/dia de gás natural a partir de janeiro de 2023.

Unidas (LCAM3)

A Unidas (LCAM3) aprovou a 16ª emissão de debêntures no valor de R$ 850 milhões.

Sanepar (SAPR11)

A Sanepar (SAPR11) informou ter prorrogado tarifa social por 90 dias a partir de 15 de dezembro.

BRF (BRFS3

A BRF (BRFS3) assinou um aditivo ao acordo de acionistas e Joint Venture com a Qatar Holding, empresa subsidiária da Qatar Investment Authority (QIA). O acordo determina novos termos e condições da parceria entre a empresa alimentícia brasileira e a companhia catariana sobre a TBQ, sociedade holding detida 60% pela BRF e 40% pela QIA, que detém 91,7% das ações da Banvit, empresa turca de rações.

No Aditivo, a BRF e QIA concordaram com a extinção da opção de venda da titularidade da empresa catariana prevista no Acordo de Acionistas. Deste modo, a partir de 2023, a QIA terá novas alternativas para liquidar seu investimento na Banvit.

Moura Dubeux (MDNE3

A Moura Dubeux (MDNE3) informou uma potencial aquisição de terreno através da iniciativa Novo Recife, localizado no antigo Cais José Estelita, no bairro de São José, em Recife, capital de Pernambuco.

O Empreendimento Novo Recife possui uma área privativa total de, aproximadamente, 216 mil m², composta por diversos projetos, dentre eles, residenciais de alto padrão, compactos,  hotel  e  comercial.

Renova Energia (RNEW11

A Renova Energia (RNEW11) informou o início das operações em teste das primeiras sete turbinas, com potência de 21 MW, do Parque Eólico Abil, pertencente ao Complexo Alto Sertão III – Fase A.

A energia produzida pelo Parque Eólico Abril será dedicada exclusivamente ao atendimento do Contrato de Energia de Reserva, que foi adjudicado no Leilão de Energia de Reserva de 2013.

Westwing (WEST3)

A Westwing (WEST3) cancelou negociações para compra da totalidade da agência de viagens online Zarpo, anunciada em setembro, em razão do não atingimento de consenso entre as partes em relação a elementos negociais e de governança previstos na proposta datada de 27 de setembro de 2021.

Arezzo (ARZZ3

A Arezzo (ARZZ3) aprovou programa de recompra de até 10% das ações em circulação.

GPS (GGPS3

O Grupo GPS (GGPS3) aprovou a emissão de debêntures no valor de R$ 750 milhões, com esforços restritos de colocação.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe