IBC-Br no Brasil, balanços de Vale e Americanas, ata do FOMC nos EUA: os destaques da semana

Tudo o que o investidor precisa saber antes de operar na semana

Camille Bocanegra

Publicidade

Após uma semana mais curta, marcada principalmente por divulgações de dados de inflação (CPI e PPI) lá fora, os destaques dos próximos dias serão os números de atividade econômica. Logo na segunda-feira, 19, o primeiro dado que será divulgado é o índice IBC-Br de atividade econômica, com números de dezembro. A previsão do consenso da LSEG é de alta de 0,7% na comparação mensal, enquanto o Bradesco espera avanço de 0,9%, mesma aposta da equipe econômica do Itaú, com alta anual de 1,5%.

No mesmo dia, a Fundação Getúlio Vargas (FGV) apresentará o monitor do PIB, com dados de dezembro também. Os números serão os últimos a serem conhecidos em relação ao quarto trimestre de 2023, antes da divulgação do PIB do período. De acordo com o Bradesco, as pesquisas deverão apresentar cenário de desaceleração da atividade econômica no segundo semestre.

Na terça-feira, o Banco Central apresentará o Boletim Focus e, no dia seguinte, os dados semanais do Fluxo Cambial. Mais divulgações acontecerão na quinta-feira, com dados semanais do Índice de Preço ao Consumidor (IPC) e a Sondagem do Consumidor, de fevereiro, apresentados pela FGV. Haverá, ainda, a definição da bandeira tarifária de energia elétrica de março. Ainda nessa semana, mas sem dia certo para a divulgação, haverá a apresentação dos dados de arrecadação de impostos e contribuições de janeiro, com projeção do consenso LSEG de R$ 276 bilhões. A estimativa do Bradesco é um pouco mais alta e aposta em R$ 278 bilhões, enquanto o Itaú estima em R$ 279 bilhões.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Em Brasília, a agenda política ganha força, de fato, após o Carnaval. Dentre as questões mais importantes para serem abordadas, estão a medida provisória que visa a reversão das isenções fiscais na folha de pagamento (Medida Provisória nº 1202) e os debates sobre cortes contingenciais em gastos. Há expectativa de que lideranças do Congresso se reúnam na terça-feira, 20, para decisão sobre vetos do presidente Lula ao orçamento. Os vetos de Lula reduziram os recursos discricionários para congressistas, as chamadas “emendas parlamentares”.

A semana também contará com visita oficial do secretário de Estado dos Estados Unidos, Anthony Blinken, que virá ao Brasil para a reunião de ministros das Relações Exteriores do G20, evento que é parte da presidência temporária brasileira do grupo que reúne as maiores economias do mundo.

O ministro americano se reunirá com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília para discutir a parceria EUA-Brasil para os direitos dos trabalhadores e a cooperação na transição energética, informou o Departamento de Estado dos EUA, antes de viajar para o Rio para a reunião do G20. No Rio, ele espera “envolver os líderes mundiais em nossas iniciativas compartilhadas para aumentar a paz e a estabilidade” e abordar os esforços internacionais para apoiar o Haiti enquanto o país enfrenta uma crise humanitária crescente e picos de violência.

Continua depois da publicidade

Temporada de resultados

Após uma semana com a divulgação de apenas um balanço, a temporada de resultados do quarto trimestre de 2023 volta a todo vapor. Os destaques da semana ficam para Vale (VALE3), que trará seus dados no dia 22, e para Americanas (AMER3), que após diversas alterações na data de divulgação, deverá apresentar os resultados do primeiro, segundo e terceiros trimestres no dia 19 de fevereiro, após o fechamento do mercado. A varejista marcou teleconferência para comentar os números no dia seguinte. Outras gigantes do varejo alimentar deverão apresentar seus dados, como Pão de Açúcar (PCAR3), Carrefour (CRFB3) e Assaí (ASAI3). No setor financeiro, o destaque é para Nubank (ROXO3) e B3 (B3SA3).

Confira as datas:

19 de fevereiro

Americanas

Carrefour
20 de fevereiro

3tentos

Iguatemi

Telefônica Brasil

Isa Cteep

Gerdau

Met Gerdau

21 de fevereiro
Aeris

Assai

GPA – Pão de Açúcar

Serena (ex-Omega)

WEG

22 de fevereiro
B3

Caixa Seguridade

Mercado Livre

Nubank

Vale

23 de fevereiro
Irani

M.Dias Branco

PMI nos EUA e Europa, PIB na Alemanha

A semana nos EUA será mais curta, em razão do feriado de Washington’s Birthday, que acontecerá na segunda-feira (19). O mercado permanecerá fechado. A semana contará, na quarta, a divulgação da ata do Federal Open Market Committee (FOMC, equivalente ao nosso Comitê de Política Monetária, do Federal Reserve. O documento deve apresentar mais informações sobre a condução da política monetária no país e é muito aguardado, em especial após as mais recentes divulgações de dados econômicos mais fortes que o esperado.

Na quinta-feira, os dados semanais de pedidos de auxílio desemprego serão apresentados, assim como índice PMI composto de fevereiro preliminar. Atenção ainda para a temporada de balanços, com a divulgação de números como os do Walmart e Home Depot na terça e Nvidia na quarta.

Na Europa, serão apresentados os índices PMI S&P Global de fevereiro, tanto de transformação quanto compostos, de diversos países (com dados de fevereiro) na quinta-feira. Para a Alemanha, a expectativa LSEG do dado composto é 48 e da indústria de transformação é 46,5. Para a Zona do Euro, a projeção LSEG sustenta 48,5 para o dado composto e 47 para os números da indústria da transformação. Lembrando que o índice apresenta valor de 0 a 100 e, quando acima de 50, indica crescimento do setor avaliado. No mesmo dia, o bloco europeu apresentará também seu índice de preços ao consumidor, com projeção LSEG de queda de 0,4% na comparação mensal.

Na sexta, a Alemanha trará, ainda, seu PIB do quarto trimestre e a expectativa do consenso LSEG é de recuo de 0,3% na comparação trimestral, acompanhando os dados preliminares divulgados. O número não comporia recessão técnica por revisão do dado do terceiro trimestre de 0,1% para estabilidade. No mesmo dia, o país germânico divulgará a pesquisa de sentimento econômico – IFO, com dados de fevereiro e projeção LSEG de 85,8. A estimativa é ligeiramente inferior ao resultado apresentado em janeiro.

A semana marca o retorno das negociações no mercado da China após uma semana de interrupção pelo feriado do Ano Novo Chinês, que marcou o início do ano do dragão no horóscopo chinês.

(com Reuters)