Exclusivo

Grupo SBF vence prêmio de Empresa Revelação no Melhores da Bolsa 2021; assista à entrevista com o CEO

Companhia foi a empresa que mais se destacou entre as que abriram capital há menos de três anos, de acordo com o ranking InfoMoney

Por  Equipe InfoMoney -

O grupo varejista SBF venceu o prêmio de empresa revelação de 2021 no ranking InfoMoney. O CEO da empresa, Pedro Zemel, falou sobre o momento da companhia no evento Melhores da Bolsa (assista no player acima)

O InfoMoney premia anualmente as melhores empresas da Bolsa, com base num ranking exclusivo feito pela provedora de serviços financeiros Economatica e pela escola de negócios Ibmec. O ranking analisa critérios quantitativos e qualitativos das empresas de capital aberto num período de três anos – o objetivo de escolher um período superior a um ano é valorizar a consistência de resultados (veja aqui todas as empresas premiadas e leia mais sobre e metodologia abaixo).

Com base nesses critérios, são premiadas as melhores empresas entre os principais setores da Bolsa. A pesquisa indica ainda qual é a grande revelação do mercado: a empresa que se destacou entre as que abriram capital há menos de três anos, prêmio vencido pelo grupo SBF.

A companhia é controladora das lojas Centauro, ByTennis, Almax Sports e, em 2020, firmou um acordo com a operação da Nike no Brasil para expansão das lojas da marca no país.

Conheça a empresa

A empresa está listada na B3, no segmento Novo Mercado, de mais alto grau de governança corporativa, com ações ordinárias. Em 2019, a Pacipar Participações era a principal acionista, com 46,6%, seguida da Nefele Investiments, com 25,61%, enquanto 26,84% das ações estavam em free float e 1,9% com sócios minoritários.

Fundada por Sebastião Vicente Bomfim, a companhia começou em abril de 1981, com a inauguração da primeira loja Centauro, em Belo Horizonte (MG). A primeira unidade no formato megastore vem no ano 2000, com espaço de 1.000 m².

A plataforma digital da Centauro foi lançada em 2003. Até 2012, a empresa seguiu com 100% do capital detido pelo seu fundador. Nesse ano, a GP Investments, gestora de private equity, passou a ser sócia.

A Oferta Pública Inicial (IPO) da Centauro foi realizada em 2019 e captou cerca de R$ 772 milhões.

Em 2020, o grupo concluiu a compra da operação comercial da Nike do Brasil por R$ 1,032 bilhão. Com o fechamento do negócio o grupo praticamente dobrou de tamanho: de uma receita de um pouco mais de R$ 3 bilhões, vai para cerca de R$ 6 bilhões

Em dezembro de 2020, o SBF aunciou a compra da produtora de conteúdo NWB, detentora dos canais do YouTube Desimpedidos, Acelerados, Fatality e Falcão 12. O negócio, no valor de R$ 60 milhões, marcou a entrada do grupo no segmento de conteúdo.

Como é feito o ranking

O ranking Melhores Empresas da Bolsa adota critérios quantitativos e qualitativos para analisar as companhias de capital aberto.

A parte quantitativa, feita pela Economatica, avaliou a rentabilidade e o desempenho das ações das empresas. Para a análise das ações, foi considerado o retorno absoluto e também o número de vezes que a ação teve um desempenho melhor que o do Ibovespa. O objetivo foi premiar as empresas cujos papéis tiveram um comportamento mais consistente.

A avaliação qualitativa, conduzida pelo Ibmec, considerou pontos como a composição do conselho de administração, a existência e a transparência de códigos de ética e de conduta, além do envolvimento da empresa em condenações e investigações

A análise considerou um período de três anos, de 31 de dezembro de 2017 a 31 de dezembro de 2020.

A pesquisa traz ainda um ranking revelação, que avaliou as companhias que têm capital aberto há menos de três anos (veja a metodologia completa).

Compartilhe