Exclusivo

As melhores empresas da Bolsa: conheça as premiadas no ranking InfoMoney de 2021

CEOs das companhias premiadas participarão do Melhores da Bolsa 2021, que ocorre de 29/6 a 1/7. Veja como participar – e as revelações que serão anunciadas

SÃO PAULO – O InfoMoney premia anualmente as melhores empresas da Bolsa, com base num ranking exclusivo feito pela provedora de serviços financeiros Economatica e pela escola de negócios Ibmec.

O ranking analisa critérios quantitativos e qualitativos das empresas de capital aberto num período de três anos – o objetivo de escolher um período superior a um ano é valorizar a consistência de resultados (leia mais sobre a metodologia abaixo).

Com base nesses critérios, são premiadas as melhores empresas entre os principais setores da Bolsa – e também a melhor companhia do mercado.

A pesquisa indica ainda qual é a grande revelação do mercado: a empresa que se destacou entre as que abriram capital há menos de três anos.

Neste ano, as premiadas por setores são:

BR Distribuidora: melhor empresa do setor de petróleo, gás e biocombustíveis

Localiza: melhor empresa do setor de consumo

Taesa: melhor empresa do setor de utilidade pública

Totvs: melhor empresa do setor de tecnologia

Qualicorp: melhor empresa do setor de saúde

Unipar: melhor empresa do setor de materiais básicos

WEG: melhor empresa do setor de bens industriais

A vencedora do prêmio de melhor empresa da Bolsa e também a ganhadora do prêmio revelação do mercado serão conhecidas no evento online Melhores da Bolsa 2021, organizado em parceria pelo InfoMoney e pelo podcast Stock Pickers.

Durante o evento, que acontece de 29 de junho a 1 de julho, haverá painéis com os CEOs das empresas premiadas e também com grandes gestores e economistas do país.

Entre os confirmados, estão André Jakurski, sócio da gestora JGP, Dorio Ferman, sócio e gestor do Opportunity, Monica Saggioro, cofundadora da Maya Capital, Paulo Passoni, responsável por investimentos do Softbank na América Latina, e Cassiana Fernandez, economista-chefe para o Brasil do JP Morgan.

O InfoMoney e o Stock Pickers também farão entrevistas exclusivas com os CEOs das empresas premiadas, em que eles falarão sobre o que explica os bons resultados e quais são as perspectivas agora.

Entre os entrevistados, estão Wilson Ferreira Jr. (BR Distribuidora), Bruno Lasansky (Localiza), Dennis Herszkowicz (Totvs) e André Moreira (Taesa).

Saiba mais sobre o evento e inscreva-se aqui para receber os detalhes da programação e as entrevistas exclusivas com os CEOs.

Como o ranking foi feito

O ranking Melhores Empresas da Bolsa adota critérios quantitativos e qualitativos para analisar as companhias de capital aberto.

A parte quantitativa, feita pela Economatica, avaliou a rentabilidade e o desempenho das ações das empresas. Para a análise das ações, foi considerado o retorno absoluto e também o número de vezes que a ação teve um desempenho melhor que o do Ibovespa. O objetivo foi premiar as empresas cujos papéis tiveram um comportamento mais consistente.

A avaliação qualitativa, conduzida pelo Ibmec, considerou pontos como a composição do conselho de administração, a existência e a transparência de códigos de ética e de conduta, além do envolvimento da empresa em condenações e investigações

A análise considerou um período de três anos, de 31 de dezembro de 2017 a 31 de dezembro de 2020.

A pesquisa traz ainda um ranking revelação, que avaliou as companhias que têm capital aberto há menos de três anos (veja a metodologia completa).