Criptos em Wall Street

Goldman Sachs realiza sua primeira negociação de criptomoedas em mercado de balcão

Banco reabriu mesa de operações de criptos há um ano

Por  CoinDesk -

O Goldman Sachs, um dos principais bancos de investimento do mundo, concluiu sua primeira negociação de criptomoedas em mercado de balcão. A transação foi realizada com a empresa financeira de ativos digitais Galaxy Digital.

Em nota, a Galaxy, que tem sede em Nova York, explicou que a transação envolveu “uma opção não entregável de Bitcoin (BTC)”, um tipo de negociação de opções de criptomoedas liquidada em dinheiro.

“Isso marca a primeira transação de criptomoedas de balcão de um grande banco nos EUA”, disse a Galaxy. “O Goldman Sachs continua expandindo suas ofertas de criptomoedas, demonstrando o contínuo amadurecimento e adoção de ativos digitais por instituições bancárias”.

O mercado de balcão, também conhecido como mesa de operações ou mesa OTC (do inglês over-the-counter) é um serviço destinado a clientes que precisam negociar valores mais altos com preço fixo e taxas menores em comparação com o cobrado nas transações comuns de varejo.

Em março do ano passado, o Goldman Sachs reabriu sua mesa de negociação de criptomoedas após uma pausa de três anos, em meio a uma demanda crescente vinda de clientes institucionais.

Em junho de 2021, a Galaxy anunciou que serviria como provedora de liquidez do Goldman para negociações em lote de futuros de Bitcoin na bolsa de derivativos de Chicago.

No início deste mês, o Goldman começou a oferecer aos clientes interessados o ​​acesso a um fundo de Ethereum (ETH) emitido pela Galaxy. O fundador e CEO da Galaxy, Michael Novogratz, trabalhou no Goldman Sachs por 11 anos, de acordo com uma biografia no site de sua empresa.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe