Gerdau (GGBR4) lucra R$ 3,2 bi no 1º tri de 2023, alta anual de 9,4%; siderúrgica aprova R$ 892 mi em JCP

O lucro líquido ajustado foi de R$ 2,388 bilhões nos primeiros três meses de 2023, uma redução de 18,8% na comparação ano a ano.

Felipe Moreira

Publicidade

A Gerdau (GGBR4) reportou nesta quarta-feira (3) lucro líquido de R$ 3,215 bilhões no primeiro trimestre de 2023 (1T23), montante 9,4% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2022 e acima dos R$ 2,1 bilhões esperados pelo consenso Refinitiv.

O lucro líquido ajustado foi de R$ 2,388 bilhões nos primeiros três meses de 2023, uma redução de 18,8% na comparação ano a ano.

A Gerdau explica que “este desempenho reflete uma demanda estável por aço nos primeiros meses do ano, bem como a resiliência dos nossos modelos de negócios, além do mindset ágil e inovador da companhia, centrado nos desafios e necessidades de seus clientes e demais stakeholders”.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado totalizou R$ 4,322 bilhões no 1T23, um recuo de 25,8% em relação ao 1T22, mas acima do consenso Refinitiv, que esperava Ebitda de R$ 3,9 bilhões.

A margem Ebitda ajustada atingiu 22,9% entre janeiro e março deste ano, queda de 5,8 pontos percentuais (p.p.) frente a margem registrada em 1T22.

Leia Mais:

Continua depois da publicidade

A receita líquida somou R$ 18,872 bilhões no primeiro trimestre deste ano, uma baixa de 7,2% na comparação com igual etapa de 2022 e abaixo dos R$ 19,2 bilhões esperados pelo consenso Refinitiv.

A produção de aço bruto foi de 3,0 milhões de toneladas no 1T23, 4,2% superior em relação ao 4T22 e 12,3% abaixo do mesmo período no ano anterior. O nível de utilização da capacidade de produção de aço bruto foi de 71% e reflete uma maior demanda para o trimestre, principalmente na ON América do Norte.

As vendas de aço no 1T23 foram de 3,0 milhões de toneladas, 11,5% superiores na comparação com o 4T22 e 2,5% inferiores com relação ao 1T22.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 3,629 bilhões no primeiro trimestre de 2023, uma diminuição de 30% na comparação com igual etapa de 2022. A margem bruta foi de 19,2% no 1T23, baixa de 6,3 p.p. frente a margem do 1T22.

As despesas com Vendas, Gerais e Administrativas (DVGA) totalizaram R$ 538 milhões no 1T23, 8,8% acima do 1T22.

O resultado financeiro (receitas financeiras, despesas financeiras, variação cambial líquida, atualização de créditos tributários e ganhos (perdas) com instrumentos financeiros, líquido) foi positivo em R$ 100,1 milhões no primeiro trimestre de 2023.

Investimentos e dívida

No 1T23 os investimentos (capex) somaram R$ 954 milhões, sendo R$ 667 milhões destinados à Manutenção e R$ 287 em Expansão e Atualização Tecnológica. Do total de desembolsos do trimestre, aproximadamente 48,8% foram destinados ao Estado de Minas Gerais.

O fluxo de caixa livre do 1T23 foi de R$ 2,698 bilhões, reflexo da importante contribuição do Ebitda, aliado à disciplina nos investimentos de CAPEX e capital de giro.

Leia também:

Em 31 de março de 2023, a dívida bruta da companhia era de R$ 12,261 bilhões, uma retração de 4% na comparação com a mesma etapa de 2022.

O indicador de alavancagem financeira, medido pela dívida líquida/Ebitda ajustado, ficou em 0,31 vez em março/23, alta de 0,11 p.p. em relação ao mesmo período de 2022.

Gerdau aprova JCP

Em 02 de maio de 2023, o Conselho de Administração da Gerdau aprovou a distribuição de proventos sob a forma de juros sobre capital próprio (JCP) no montante de R$ 892,0 milhões (R$ 0,51 por ação), a serem pagos com base nos resultados do primeiro trimestre de 2023.

A data-base considerada para a posição acionária é de 15 de maio de 2023 e a data ex-dividendos é no dia 16 de maio de 2023.

A data do pagamento será em 29 de maio de 2023.