5 assuntos

Futuros de NY e Europa recuam antes de decisão do BCE; arrecadação de junho e mais assuntos do mercado hoje

Destaque entre as quedas na Europa fica com a Itália, em meio à turbulência política; por aqui, atenção ainda para dados de produção da Petrobras

Por  Felipe Moreira -

Os índices futuros de Nova York e mercados europeus recuam na manhã desta quinta-feira (21), com investidores antecipando a primeiro elevação da taxa de juros do Banco Central Europeu (BCE) em mais de uma década. Já a bolsa japonesa registrou ganhos modestos, depois que o Banco do Japão manteve as taxas de juros, enquanto os mercados da Ásia-Pacífico fecharam sem direção definida.

A entrevista da presidente do BCE, Christine Lagarde (9h45), também deve mexer com os mercados, à medida que ela poderá sinalizar para um aperto mais agressivo nos próximos meses.

Ainda no radar europeu, a Rússia retomou o fornecimento de gás para a Europa através do gasoduto Nord Stream 1, dissipando os temores de interrupção de gás para o continente. O risco de um racionamento vinha pressionando não só as Bolsas europeias como também o próprio euro, que chegou a ficar mais barato que o dólar na semana passada. Isso não acontecia há 20 anos.

Em Wall Street, a AT&T e a American Airlines são duas das várias grandes empresas que divulgam resultados antes da abertura dos mercados. Os investidores também monitoram os dados iniciais de pedidos de auxílio-desemprego, que têm apresentado tendência de alta nas últimas semanas.

No Brasil, investidores aguardam pela prévia operacional da Petrobras após o fechamento dos mercados. A Braskem também informou que irá divulgar hoje seu relatório de produção e vendas do 2T22.

Em indicadores, a Receita Federal divulga o resultado da arrecadação de junho.

Confira mais destaques:

1.Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam em baixa nesta manhã de quinta-feira (21), à medida que investidores acompanham a divulgação de balanços do segundo trimestre de 2022.

Nas primeiras semanas da temporada de balanços, os resultados corporativos ajudaram a acalmar os temores sobre uma recessão iminente.

No entanto, os resultados após fechamento de quarta-feira foram em sua maioria mistos. As ações da Alcoa e da CSX saltaram no after hours depois que as empresas superaram as expectativas. As ações da Tesla passaram de ganhos para queda depois que a montadora divulgou lucros acima do esperado, mas encolhendo as margens brutas automotivas. Já no pré-market desta quinta-feira, os ativos avançam mais de 2%.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,35%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,34%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,35%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam sem direção definida depois que o Banco do Japão manteve suas taxas de juros, como esperado, enquanto reduziu sua previsão de crescimento para 2022 e aumentou suas previsões de inflação.

O Kospi da Coreia do Sul teve alta de 0,93%. As ações da montadora Hyundai Motors dispararam no início da sessão, depois que os lucros da empresa superaram as estimativas, mas fecharam em baixa. A receita no segundo trimestre subiu para 36 trilhões de wons coreanos (US$ 27,4 bilhões), e o lucro líquido saltou 55,6% em relação ao ano anterior, para 3 trilhões de wons coreanos.

O índice Hang Seng de Hong Kong caiu 1,51%, com as ações do setor imobiliário puxando o índice para baixo, enquanto os mercados da China continental caíram.

  • Shanghai SE (China), -0,99%
  • Nikkei (Japão), +0,44%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -1,51%
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,93%

Europa

Os mercados europeus recuam na sessão de hoje, enquanto investidores da região aguardam a mais recente decisão de política monetária do BCE, na qual se espera que ele anuncie seu primeiro aumento da taxa de juros em anos.

A bolsa da Itália registra a maior perda do continente após o país mergulhar em nova incerteza política com a notícia de renúncia do primeiro-ministro Mario Draghi nesta quinta, depois que vários partidos da coalizão governista se abstiveram de um voto de confiança que visava renovar e reunir a aliança fragmentada.

Draghi ganhou a votação, mas muitos senadores se recusaram a participar, levando o governo de unidade nacional à beira do colapso. As eleições antecipadas podem agora ocorrer em setembro ou outubro.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,43%
  • DAX (Alemanha), -0,79%
  • CAC 40 (França), -0,29%
  • FTSE MIB (Itália), -2,34%

Commodities

As cotações do petróleo recuam pela segunda sessão consecutiva, uma vez que as preocupações com a demanda superaram a oferta global apertada depois que os dados do governo dos EUA mostraram uma demanda morna por gasolina durante o pico da temporada de verão.

  • Petróleo WTI, -3,17%, a US$ 96,71 o barril
  • Petróleo Brent, -2,76%, a US$ 103,97 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve baixa de 0,30%, a 657,00 iuanes, o equivalente a US$ 97,07

Bitcoin

  • Bitcoin, -2,07% a US$ 22.886,53 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Hoje as atenções se voltam à Europa, onde o Banco Central Europeu (BCE) fará sua reunião de política monetária. A expectativa é que os juros na União Europeia sejam elevados pela primeira vez em 11 anos. De acordo com pesquisa da Reuters com 63 economistas, o BCE deve subir a taxa em 25 pontos base. Mas o mercado acredita que a autoridade monetária poderia ser ainda mais agressiva. Na mesma pesquisa, os economistas disseram que os juros europeus deveriam ser elevados em 50 pontos base.

No Brasil destaque para números de produção e vendas da Petrobras (PETR3;PETR4) e para o resultado da arrecadação de junho

Brasil

10h: Roberto Campos Neto, presidente do BC, tem reunião com Joesley Batista, Acionista da JJMB Participações Ltda (fechado à imprensa)

10h30: Resultado da arrecadação de junho

11h: Chefe do Centro de Estudos Tributários e Aduaneiros da Receita Federal, Claudemir Malaquias, comentará dados da arrecadação

11h00: Campos Neto se reúne com o Deputado Federal José Mário Schreiner, 1º Vice-Presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) (fechado à imprensa)

12h: Campos Neto tem reunião com Diretor Vice-Presidente Financeiro e de Relações com Investidores da Multiplan (fechado à imprensa)

15h: Reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN) (fechado à imprensa)

15h28: Pesquisa eleitoral – Exame/Ideia

EUA

9h30: Índice de atividade industrial do Fed de Filadélfia

9h30: Pedidos de seguro-desemprego semanal

Zona do Euro

9h15: BCE decide sobre juros

9h45: Discurso da presidente do BCE, Christine Lagarde

Japão

20h30: Índice de preços ao consumidor

21h30: PMI

3. Governo prepara novo bloqueio de R$ 5 bi no orçamento

Mesmo com a continuidade do processo de alta da arrecadação, o governo vai ser obrigado a cortar e cancelar novamente gastos às vésperas das eleições para o cumprimento do teto de gastos, a regra que limita o crescimento das despesas à variação da inflação.

Os cálculos iniciais apontam uma necessidade de corte efetivo de cerca de R$ 5 bilhões, segundo apurou o Estadão. Mas o valor do contingenciamento poderá cair para um patamar mais próximo de R$ 3 bilhões com ajustes por dentro do próprio Orçamento.

O tamanho do corte só deverá ser definido na próxima sexta-feira no envio ao Congresso do novo relatório bimestral de avaliação de despesas e receitas do Orçamento.

Acordo Mercosul-Singapura pode aumentar PIB

O acordo de livre comércio entre o Mercosul e Singapura, assinado nesta quarta-feira (20) no Paraguai, poderá incrementar o Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos) em R$ 28,1 bilhões até 2041. A estimativa foi divulgada pelo Ministério da Economia.

Segundo a pasta, o acordo deverá resultar em aumento de R$ 21,2 bilhões nas exportações brasileiras para Singapura e de R$ 27,9 bilhões nas importações nos próximos 20 anos. Nos cálculos do ministério, os investimentos no Brasil aumentariam em R$ 11,1 bilhões no mesmo período.

Weber será relatora da notícia-crime apresentada contra Bolsonaro

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, foi sorteada relatora da notícia-crime apresentada por parlamentares da oposição contra o presidente Jair Bolsonaro após a reunião com embaixadores, na última segunda-feira, em que ele voltou a atacar o sistema eleitoral brasileiro e difundir notícias falsas sobre as urnas eletrônicas.

4. Covid

Na última quarta-feira (20), o Brasil registrou 351 mortes e 54.750 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 252, elevação de 8% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 53.787, o que representa baixa de 6% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 168.546.014 o número de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 78,46% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 179.562.731 pessoas, o que representa 83,58% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 99.214.512 pessoas, ou 46,18% da população.

5. Radar Corporativo

Klabin (KLBN11)

O Conselho de Administração da Klabin (KLBN11) aprovou, em reunião realizada ontem, a construção de uma nova unidade de papelão ondulado (Projeto Figueira).

O investimento no Projeto Figueira totaliza R$ 1,57 bilhão, incluindo cerca de 200 milhões de impostos recuperáveis. O desembolso acontecerá entre os anos de 2022 e 2024 e será financiado pela posição de caixa da companhia. O start-up do projeto está previsto para o segundo trimestre de 2024.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras confirmou que o Ministério de Minas e Energia vai reencaminhar à empresa os mesmos 8 nomes que indicou para o Conselho da estatal.

Segundo MME, não foi constatado os supostos impedimentos apontados pelo Celeg.

Além disso, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) rejeitou a segunda contraproposta apresentada pela Petrobras (PETR3, PETR4) para o acordo coletivo de trabalho. A estatal ofereceu à categoria um aumento salarial de 7%. Uma oferta de 5% de reajuste já havia sido rejeitada pelos trabalhadores em 11 de julho.

Segundo a FUP, embora venha acima da proposta anterior, um aumento de 7% ainda continua abaixo da inflação acumulada. Eles pedem reposição da inflação entre setembro de 2021 e agosto de 2022 e mais a reposição salarial das perdas nos seis anos entre 2016 e 2021, equivalente a 3,8% adicionais.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

A Eletrobras informou que não tem conhecimento de qualquer indicação de novos diretores e que convocou Assembleia Geral Extraordinária de acionistas, a ser realizada em 5 de agosto de 2022, para eleição dos novos Conselheiros de Administração, após o processo de privatização, em razão de notícias veiculadas na imprensa de que o executivo Wilson Ferreira Jr. voltaria ao comando da empresa.

O atual mandato dos diretores da companhia, incluindo o do Presidente, tem vigência até julho de 2023, sendo que a eventual alteração de diretores é de competência do Conselho de Administração da Eletrobras.

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe