Investimentos em queda

Fundos de criptomoedas globais têm quarta semana seguida de resgates

Segundo a CoinShares, cerca de US$ 120 milhões deixaram fundos de ativos digitais até o final de abril

Por  CoinDesk -

Os fundos de criptomoedas sofreram a quarta semana seguida de resgates em meio à estagnação do preço do Bitcoin (BTC). Enquanto isso, fundos de multiativos continuam a acumular investimentos.

Segundo relatório da CoinShares publicado na terça-feira (3), US$ 120 milhões escoaram dos fundos de ativos digitais em sete dias até a última sexta-feira (29).

Fundos com foco no Bitcoin foram os mais afetados, sofrendo, na semana passada, a maior perda deste ano: US$ 132 milhões. Desde o começo de abril, esses fundos perderam US$ 310 milhões acumulados em resgates. Apesar disso, em 2022, eles têm US$ 120 milhões líquidos acumulados de aportes.

Na semana passada, fundos com foco no Ethereum (ETH) somaram resgates de US$ 25,1 milhões. Das 17 semanas já registradas do ano, eles obtiveram saldo positivo de entrada de investimento em apenas cinco.

Dentre os poucos fundos com bom resultado na semana passada estão os que investem no FTX Token (FTT), criado pela exchange de mesmo nome, com aporte líquido de US$ 38 milhões.

Fundos de multiativos tiveram entrada de US$ 1,9 milhão, mantendo uma onda que vem desde o começo de janeiro. Segundo o CoinShares, esses fundos agora representam 8% de todos os ativos sob gerenciamento, o terceiro maior, atrás somente de fundos de Bitcoin e Ethereum.

Leia também:
Fundos de criptomoedas: entenda como funcionam

As regiões com maiores resgates foram Europa e as Américas. Cerca de 59% foram em fundos europeus, enquanto 41%, de fundos com base nas Américas.

Na semana passada, fundos com foco em altcoins (para além do FTX Token) observaram também saldo negativo de investimentos. Fundos com foco na Solana (SOL), por exemplo, tiveram perda na casa de US$ 1,5 milhão — mesmo antes da pane experimentada pela rede na semana passada.

Fundos com foco na Polkadot (DOT) também passaram por perdas, com saída de cerca de US$ 800 mil de capital, ao passo que aqueles com foco na Binance Coin (BNB) registraram resgate de US$ 700 mil.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe