Sonho destruído

Fundo de NFTs da Three Arrows Capital que pretendia arrecadar US$ 100 mi desaba

O Starry Night vale uma fração do que pretendia e seu único investidor institucional declarou baixa total de seu investimento

Por  CoinDesk -

No auge da mania dos tokens não fungíveis (NFTs) no ano passado, a Three Arrows Capital (3AC) – então um fundo gigante que administrava dezenas de bilhões de dólares – fez parceria com o colecionador de arte digital Vincent Van Dough (pseudônimo) para lançar o “Starry Night Capital”, um fundo de NFTs que pretendia arrecadar US$ 100 milhões.

Mas nos destroços do mercado de criptomoedas de 2022, que tem o fundo de hedge de cripto Three Arrows Capital na mira de uma ordem judicial de liquidação, o fundo Starry Night vale uma fração do que pretendia. Além disso, seu único investidor institucional declarou a baixa total de seu investimento.

Enquanto a 3AC fez um esforço para obscurecer sua relação com sua mesa de negociação de balcão TPS Capital, a relação entre a Three Arrows e a Starry Night nunca foi muito secreta.

De acordo com estimativas do site DappRadar usando dados on-chain (da blockchain), a carteira da Starry Night tem um patrimônio líquido estimado em US$ 4,2 milhões.

O pesquisador da empresa de análise CoinMetrics, Kyle Waters, disse que o fundo gastou US$ 21 milhões acumulando esse portfólio, com inúmeras compras de sucesso às vezes na casa dos milhões de dólares. Ao mesmo tempo, Waters tuitou mais tarde que isso equivalia a 10% do volume do marketplace de NFTs SuperRare.

Vincent Van Dough foi contatado, mas não respondeu.

Agora, o fundo foi transferido de sua casa anterior no SuperRare para uma nova carteira, escreveu no Twitter um proeminente colecionador de tokens não fungíveis, levando à especulação de que uma “queima de estoque” pode estar em andamento.

Baixa total

Em meio ao hype do mercado de NFTs do ano passado, a Three Arrows e a Starry Night conseguiram que o KR1, um fundo de ativos digitais listado no Reino Unido, investisse US$ 5 milhões no projeto.

De acordo com um comunicado de lucros de 30 de junho do KR1, sua subscrição de US$ 5 milhões no Starry Night Capital foi feita por meio da compra de ações do “Class Starry Night Shares” no Three Arrows Fund Ltd, registrado nas Ilhas Virgens Britânicas. Buscas nos registros corporativos em Cingapura, Ilhas Virgens Britânicas e Ilhas Cayman não mostraram resultados para uma entidade chamada Starry Night.

Leia mais: 

Em uma declaração de lucros recente, o KR1 disse que toda essa situação prejudicou o valor das ações do Starry Night em 100%, eliminado seu valor inteiramente de seus books de oferta. Um porta-voz do KR1 se recusou a comentar. As ações da empresa, listadas na exchange Aquis, caíram quase 80% no ano.

Pressão no mercado de NFTs

À medida que o processo de falência avança nas Ilhas Virgens Britânicas e o valor do Starry Night é estimado, a questão é por quanto esses NFTs podem ser vendidos.

Apesar da avaliação do DappRadar do portfólio do Starry Night em US$ 4,2 milhões, mesmo esse nível reduzido pode não ser confiável, visto que os mercados voláteis de criptomoedas ainda estão se recuperando da recente queda.

Dados do site NonFungible mostram que nos últimos três meses o mercado secundário de vendas de NFTs foi praticamente apagado em comparação com quando o Starry Night estava acumulando sua coleção no ano passado.

Em 12 de agosto, o mercado de NFTs atingiu o pico com 746.000 vendas primárias semanais de tokens, de acordo com o NonFungible, e aproximadamente 506.000 vendas secundárias.

Mas aqueles eram tempos de alta. Hoje, a situação é diferente. O mercado secundário caiu para cerca de 134.000 vendas semanais, enquanto o primário tem 60.000.

O valor médio de um NFT desabou 68% nos últimos três meses, para US$ 628, de acordo com o rastreador de dados do NonFungible. Para exemplificar o momento, vale citar o caso do primeiro tuite do ex-CEO do Twitter Jack Dorsey, que antes valia US $ 2,9 milhões, mas agora não chega a US$ 300.

A data para a audiência de falência da Three Arrows ainda não foi definida pelo tribunal, de acordo com documentos judiciais acessados pelo CoinDesk.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe