Risco maior

Fitch afirma que Evergrande entrou em default e rebaixa rating da incorporadora

A incorporadora Kaisa também teve rating rebaixado pela agência

Por  Estadão Conteúdo -

A Fitch Ratings rebaixou nesta quinta-feira, 9, a nota de crédito em moeda estrangeira de longo prazo (IDR, na sigla em inglês) da incorporadora Evergrande e subsidiárias de “C” para “RD” (Default Restrito), após a gigante do mercado imobiliário chinês deixar de honrar obrigações financeiras.

Segundo a agência, a empresa não pagou cupons com vencimento em 6 de novembro de títulos de 13% de US$ 645 milhões e papéis de 13,75% de US$ 590 milhões da subsidiária Tianji. A instituição explicou que não recebeu respostas aos questionamentos sobre o pagamento dos passivos. “Portanto, estamos assumindo que eles não foram pagos”, ressalta. A crise de liquidez da Evergrande se arrasta há meses e põe em evidência as dificuldades no setor imobiliário da China.

Kaisa

A incorporadora Kaisa também teve rating rebaixado nesta quinta-feira. A Fitch Ratings rebaixou a nota de crédito em moeda estrangeira de longo prazo (IDR, na sigla em inglês) da Kaisa de “C” a “RD” após a empresa chinesa deixar de pagar US$ 400 milhões em títulos que venceram na última terça-feira, sem período de carência.

Na quarta-feira, as negociações das ações da companhia foram suspensas na Bolsa de Hong Kong por conta do calote. Segundo a agência de classificação de risco, há informações limitadas sobre o plano de reestruturação da endividada empresa, que evidencia a crise de liquidez no mercado imobiliário da China.

No início da semana, o Banco Central chinês decidiu liberar 1,2 trilhão de yuans na economia, por meio do corte de compulsório, para tentar mitigar os efeitos da crise.

Analista da Rico Corretora ensina ferramentas práticas a extrair lucro do mercado financeiro de forma consistente. Inscreva-se Grátis.

Compartilhe