Radar InfoMoney

Even (EVEN3), Lavvi (LAVV3), Mitre (MTRE3) e Melnick (MELK3) divulgam prévias operacionais e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quarta-feira (13)

Por  Mitchel Diniz -

O noticiário corporativo desta quarta-feira (13) destaca a divulgação de dados operacionais de construtoras e incorporadoras, como Lavvi (LAVV3), Melnick (MELK3), Even (EVEN3) e mais empresas.

A Petrobras (PETR3;PETR4), por sua vez, anunciou que vai orientar potenciais compradores de sua participação de 18,8% na UEG Araucária (UEGA) sobre o envio de propostas não vinculantes.

Por fim, a CCR (CCRO3) pediu à CVM registro de oferta pública secundária de distribuição de até 700 mil debêntures.

Confira mais destaques:

Petrobras (PETR3;PETR4)

A petrolífera informou que vai orientar potenciais compradores de sua participação de 18,8% na UEG Araucária (UEGA) sobre o envio de propostas não vinculantes.

“Os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão um memorando descritivo contendo informações mais detalhadas sobre a companhia em questão, além de instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e envio das propostas não vinculantes”, diz o comunicado da Petrobras.

A UEGA é uma sociedade entre o Grupo Copel e a Petrobras, constituída de uma usina de geração a gás natural (ciclo combinado, com duas turbinas a gás e uma turbina a vapor), localizada em Araucária (PR), próxima ao gasoduto Bolívia-Brasil (GASBOL). Ela entrou em operação em 2002 e possui capacidade instalada total de 484 MW.

Lavvi (LAVV3)

As vendas líquidas da construtora foram de R$ 450 milhões no segundo trimestre, 12% a menos que o registrado no mesmo período do ano passado.

“O destaque do período foi o desempenho comercial dos lançamentos, sendo o Verdant responsável por 56% deste total e Green View responsável por 21%.”, informou a companhia em comunicado.

As vendas sobre oferta (VSO) da companhia subiram em relação ao primeiro trimestre, para 36%, porém sofreram recuo na comparação com o segundo trimestre do ano passado (que registrou VSO de 59%).

A Lavvi também informou que lançou R$ 628 milhões entre abril e junho deste ano.

 

Melnick (MELK3)

A Melnick (MELK3) lançou dois empreendimentos no segundo trimestre de 2022, com valor geral de vendas (VGV) potencial de R$ 112,3 milhões, se somada apenas a participação da companhia nos projetos, segundo a prévia operacional. O valor é 58% menor do que o registrado no primeiro trimestre, de R$ 267,3 milhões.

Já as vendas líquidas com participação da Melnick cresceram 148% em relação ao mesmo período do ano passado e somaram R$ 286 milhões.

Even (EVEN3)

A Even (EVEN3) registrou R$ 608 milhões em valor geral de vendas (VGV) no segundo trimestre de 2022, um crescimento de 126% em relação ao mesmo período de 2021, segundo prévia operacional.

No segundo trimestre, houve crescimento de 35% nas vendas líquidas, somando R$ 479 milhões. O índice de velocidade vendas (VSO) consolidado foi de 15%.

Mitre (MTRE3)

A Mitre (MTRE3) divulgou prévia operacional do segundo trimestre e acumula alta de 26,4% nas vendas líquidas no primeiro semestre, na comparação com o mesmo período de 2021, totalizando R$ 343 milhões.

Os lançamentos tiveram queda de 32,2% — sendo os R$ 241 milhões do segundo trimestre, uma vez que a empresa não lançou nos primeiros três meses deste ano. Frente o segundo trimestre do ano passado, houve aumento de 1,8% no VGV dos novos empreendimentos.

Neoenergia (NEOE3)

A energia injetada por distribuidoras da Neonergia cresceu 0,8% para 18.822 GWh no segundo trimestre, comparando com o mesmo período do ano passado. No acumulado do primeiro semestre de 2022, a alta foi de 0,37%, na comparação anual.

O número é a soma da injeção de energia pelas distribuidoras nas áreas de concessão da empresa – Neoenergia Coelba (BA), Neoenergia Pernambuco (PE), Neoenergia Cosern (PE), Neoenergia Elektro (SP e MS) e Neoenergia Brasília (DF).

A geração eólica mais que dobrou (+123,77%) para 917 GWh no período. Já a geração de energia hidráulica subiu 9,76%, para 3,167 GWh.

Claro

A Claro Telecom registrou uma receita líquida total de R$ 10,6 bilhões no segundo trimestre, alta de 7,6% na comparação anual. De acordo com a empresa, excluindo os efeitos da aquisição da Oi (OIBR3; OIBR4), a receita líquida total foi de R$ 10,3 bilhões.

O lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, na sigla em inglês) somou R$ 4,4 bilhões no segundo trimestre, incremento de 7,6% em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Excluindo os efeitos da aquisição da Oi, o Ebitda ficou em R$ 4,2 bilhões.

Energisa (ENGI11)

A diretoria da empresa aprovou as revisões tarifárias extraordinárias (RTE) da Energisa Borborema (EBO) e da Energisa Sergipe (ESE).

“Essas duas revisões tarifárias utilizam créditos tributários de PIS/Cofins para reduzir a tarifa atual dos clientes em 5,26%, na EBO, e 4,47%, na ESE. A medida é possível devido à decisão judicial favorável obtida pelas concessionárias para reduzir a base de cálculo dos dois tributos”, diz o comunicado da companhia.

SLC Agrícola (SLCE3)

A SLC Agrícola (SLCE3) concluiu programa de recompra de ações. Durante o programa, foram adquiridas 2 milhões de ações ordinárias, que representam 0,94% do capital social da companhia. “As ações recompradas têm por finalidade maximizar a geração de valor para o acionista”, explica a empresa.

Equatorial (EQTL3)

A Equatorial informou que sua controlada indireta CSA assume nesta quarta os serviços de saneamento do Amapá.

A concessão marca a entrada da companhia no setor de saneamento e, segundo a empresa, representa um importante passo na estratégia de crescimento do grupo no setor de infraestrutura.

Eneva (ENEV3)

A Eneva (ENEV3) realizou a 8ª emissão de debêntures simplesm no valor de R$ 2,04 bilhões.

CCR (CCRO3)

A CCR (CCRO3) pediu à CVM registro de oferta pública secundária de distribuição de até 700 mil debêntures da 2ª série da 16ª emissão da companhia e de titularidade do Banco BTG Pactual, do Banco Bradesco, do Itaú Unibanco, do Banco Safra, do Banco Santander Brasil e do Santander Hermes Renda Fixa Fundo Incentivado de Investimento em Infraestrutura.

Por se tratar de uma oferta pública integralmente secundária, ela será realizada exclusivamente pelos Debenturistas Vendedores e não haverá a necessidade de qualquer aprovação societária da companhia, que não está realizando qualquer nova emissão, venda ou distribuição de debêntures e/ou de novos valores mobiliários.

Light (LIGT3)

Fundos sob gestão da Verde Asset Management passaram a deter 5,03% do capital social da companhia, o que equivalente a 18,75 milhões de ações ordinárias da Light.

“O referido aumento reflete apenas estratégia de investimento e não foi celebrado qualquer acordo ou contrato que regule o exercício do direito de voto ou a compra e venda de valores mobiliários de emissão da companhia”, diz o comunicado arquivado nesta terça (12), após o encerramento do pregão, na Comissão de Valores Mobiliários.

A Light também informou que a Verde não pretende alterar a composição do controle ou estrutura administrativa da empresa e poderá avaliar a possibilidade de exercício do direito para eleger conselheiro fiscal ou de administração.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe