Para que lado vai?

Ethereum falha em superar limite técnico e coloca tendência de alta em xeque

O futuro da criptomoeda ficou incerto depois que ela não conseguiu romper a média de preço de 100 dias

Por  CoinDesk -

O Ethereum (ETH) ficou na defensiva no início desta terça-feira (2), aproximando-se de uma linha de tendência de alta (direção para onde o ativo deve seguir) na esteira do recente rali de recuperação do ativo.

No momento da publicação deste texto, a segunda maior criptomoeda do mercado era negociada com queda diária de 3%, a US$ 1.575. O declínio faz a cripto falhar em estabelecer uma posição acima da média móvel simples de 100 dias, posicionada em cerca de US$ 1.750.

A partir daqui, a perda dessa linha de tendência pode implicar no fim do salto da criptomoeda desde que ela valia US$ 1 mil, fazendo o preço mirar nos US$ 1.356. Abaixo desse preço, compradores podem intervir para tentar provocar um piso na região de US$ 1 mil.

Se o Ethereum chegar de fato cair para US$ 1 mil novamente, no entanto, pode haver uma mudança de direção no movimento, de acordo com Katie Stockton, fundadora e sócia-gerente da Fairlead Strategies.

Um rali prolongado se fortalecerá se o criptoativo retornar as altas recentes acima de US$ 1.700 e o o gráfico semanal confirmar um cruzamento positivo em um indicador chamado de MACD: ele precisa se manter no mesmo patamar atual até o próximo domingo para confirmar uma reversão de tendência positiva.

“Se o ETH passar por US$ 1.733 decisivamente e confirmar um sinal de ‘compra’ do MACD semanal, isso apoiaria um rali de alívio prolongado, com resistência secundária perto da média móvel de 200 dias”, escreveu  Katie na nota semanal sobre o mercado compartilhada com o CoinDesk na segunda-feira (1º).

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe