Criptoativos

ETF de Bitcoin nos EUA tem segunda maior estreia da história com quase US$ 1 bi em volume negociado

Considerando o desempenho do dia de estreia, ETF da ProShares ficou apenas atrás do US Carbon Transition Readiness, BlackRock, lançado em abril

(Shutterstock)

SÃO PAULO – O ProShares Bitcoin Strategy, primeiro ETF de futuros de Bitcoin (BTC) dos Estados Unidos, listado na bolsa de Nova York (NYSE) na terça-feira (19), teve o segundo melhor desempenho de estreia da história de um fundo de índice no país ao registrar quase US$ 1 bilhão em volume negociado.

O número, que fechou em US$ 984 milhões, só ficou abaixo do atingido pelo ETF US Carbon Transition Readiness, da BlackRock, que bateu US$ 1,16 bilhão em volume no dia de sua listagem, em abril deste ano. Além disso, o ETF negociado sob o ticker BITO ficou bem à frente dos ETFs BUZZ e ARKX, favoritos do varejo nos EUA, em comparação com seus respectivos dias de lançamento no início deste ano.

“Os volumes de negociação são excepcionais”, disse Will Hershey, CEO da Roundhill Investments, à CNBC.

Investidores negociaram 24.313 cotas do ETF no primeiro dia com preços que variaram entre US$ 40 e US$ 42,15 cada, e injetaram um total de US$ 570 milhões de capital no produto. O BITO saltou 4,8% ontem para fechar a cota em US$ 41,94.

O ETF da ProShares permite que os investidores comprem um ativo que rastreia o preço do Bitcoin, mas sem realmente possuir o ativo subjacente. Ele acompanha os contratos futuros de Bitcoin negociados na bolsa de derivativos de Chicago (CME), que especulam sobre o preço da criptomoeda e, por isso, são diferentes dos valores no mercado à vista.

Leia mais: ETF de criptomoeda: guia para entender o que é e como investir

O ETF aprovado nos EUA não é visto como ideal por não adquirir diretamente a criptomoeda, como faz o Bitcoin Trust, da Grayscale, que também quer virar ETF. Por outro lado, a chegada do produto à bolsa é considerada positiva por abrir caminho para uma nova leva de investidores tradicionais americanos que, pela primeira vez, poderão ganhar exposição à moeda digital via bolsa de valores.

Um ETF (Exchange Traded Funds) de criptomoedas é um fundo de investimento que pode ser negociado na bolsa de valores como uma ação. Funciona basicamente como qualquer outro ETF do mercado – ou seja, reúne recursos de diversos investidores e costuma replicar algum índice de referência.

A diferença entre os ETFs de criptomoedas e os produtos de outros setores é que eles acompanham indicadores de Bitcoin (BTC) ou de altcoins (nome dado a qualquer criptomoeda diferente do BTC).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Até onde vai o Bitcoin? Especialista da Levante dá aula gratuita sobre o futuro da criptomoeda. Clique aqui para assistir