Vitória sobre Le Pen

Emmanuel Macron é reeleito na França e afirma ser “presidente de todos”; líderes europeus parabenizam por vitória

Ao discursar, o presidente reeleito reconheceu que os próximos cinco anos não serão fáceis e que será presidente de uma França dividida

Por  Equipe InfoMoney -

O presidente da França, Emmanuel Macron, foi reeleito com cerca de 58% dos votos, segundo projeções, no último domingo (24) para um novo mandato. Ele derrotou a candidata de direita Marine Le Pen.

Após a divulgação da projeção que mostrou a vitória de Macron, ele foi recebido por milhares de apoiadores que estavam reunidos nas proximidades da Torre Eiffel.

Ao discursar, o presidente reeleito reconheceu que os próximos cinco anos não serão fáceis e que será presidente de uma França dividida.

“Já não sou o candidato de alguns, mas o presidente de todos”, afirmou Macron, que também venceu Le Pen na eleição anterior.

A votação foi aberta às 8h no horário local (3h em Brasília) e encerrada às 20h (15h em Brasília).

Leia também:

Twitter pode ser vendido a Elon Musk nesta segunda-feira, afirmam agências; ação sobe mais de 4%

Diversos líderes europeus parabenizaram o presidente da França por sua vitória contra Marine Le Pen.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o primeiro-ministro holandês, Mark Rutte, o chanceler alemão, Olaf Scholz, e o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, entre outros, se manifestaram nas redes sociais. “Caro Emmanuel Macron, meus parabéns pela sua eleição à presidência da República. Estou ansiosa para continuar nossa excelente cooperação. Juntos, levaremos a França e a Europa adiante”, escreveu von der Leyen no Twitter.

Já o presidente do Conselho da UE, Charles Michel, enviou “um caloroso ‘bravo ao querido Emmanuel Macron” e reforçou que “neste período conturbado, precisamos de uma Europa sólida e de uma França totalmente comprometida com uma UE mais soberana e mais estratégica”.

A líder do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, por sua vez, deu parabéns a Macron por sua reeleição e lembrou que ele é uma “liderança forte é essencial nestes tempos incertos e seu compromisso europeu inabalável continuará sendo bem-vindo para enfrentar os desafios que enfrentamos”.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse ainda que estava “feliz por continuar trabalhando” com Macron e enfatizou que a França é um dos aliados “mais próximos” de Londres. Para o chanceler alemão, Olaf Scholz, a reeleição de Macron para a presidência francesa é “um voto de confiança na Europa”.

Por fim, Rutte declarou que “espera continuar nossa extensa e construtiva cooperação dentro da UE e da OTAN e fortalecer ainda mais o excelente relacionamento entre nossos países”.

(com Agência Brasil e Ansa Brasil)

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

 

 

Compartilhe