Reintegrado

Embraer (EMBR3) conclui reintegração do negócio de Aviação Comercial

As atividades desenvolvidas ao longo do mês de janeiro ocorreram sem prejuízo de continuidade das operações essenciais da companhia.

Por  Equipe InfoMoney -

A Embraer (EMBR3) informou nesta quarta-feira (26) ter concluído com sucesso a reintegração dos principais sistemas de tecnologia da informação e processos do negócio da aviação comercial.

As atividades desenvolvidas ao longo do mês de janeiro ocorreram sem prejuízo de continuidade das operações essenciais da companhia.

A reorganização decorrente deste processo foi iniciada em maio de 2020, desde então, tem sido um dos principais focos da Embraer, como parte da revisão do plano estratégico e da execução de iniciativas para o aproveitamento das competências e recuperação de sinergias, garantindo benefícios operacionais e eliminando ineficiências fiscais como uma gestão integrada, menos complexa e mais ágil pode oferecer.

Com a conclusão e restabelecimento do ritmo normal da empresa, a aviação comercial volta a estar diretamente ligada à estrutura da Embraer.

“Acreditamos que 2022 será um ano de crescimento e estamos bem preparados para aproveitar todo o potencial da companhia. Desta forma, o sucesso da reintegração do negócio da aviação comercial é mais um passo importante no processo de execução do nosso planejamento estratégico e deverá resultarem melhorias operacionais significativas e melhor rentabilidade”, disse Antonio Carlos Garcia, Vice-Presidente Executivo Financeiro e Relações com Investidores.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe