Evento importante

Eletrobras (ELET3;ELET6): eleição de Conselho nesta sexta será evento fundamental pós-privatização, apontam analistas

Novo Conselho terá missão de contratar novo CEO e pela definição de estratégia da companhia para os próximos anos

Por  Lara Rizério -

A Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da Eletrobras (ELET3;ELET6), marcada para esta sexta-feira (5) será monitorada de perto pelos investidores da companhia, apontam analistas de mercado, uma vez que os acionistas votarão no novo conselho de diretores.

O evento é chave para os próximos passos após privatização pois serão esses os responsáveis pela contratação do novo CEO e pela definição de estratégia da companhia para os próximos anos (próxima eleição será apenas em 2025), aponta o Itaú BBA.

Nove nomes serão propostos pelos acionistas ordinários, os acionistas preferenciais terão uma votação apartada para 1 membro do conselho, onde Pedro Batista (sócio da 3G radar) tem sido o único candidato mencionado. Os funcionários da companhia têm direito a definir um membro, e já elegeram Carlos Eduardo Rodrigues Pereira, para permanecer no cargo.

Para o UBS BB, o conselho proposto inclui nomes que os analistas acreditam ser excelentes para impulsionar a transformação da empresa. Entre eles, destacam Ivan Monteiro, co-CEO do Credit Suisse Brasil e ex-CEO da Petrobras (PETR3;PETR4). “Nós acreditamos que ele terá uma contribuição significativa para a transição pela qual a empresa passará nos próximos anos”.

Além disso, Carlos Piani e Octavio Lopes que eram de Equatorial (EQTL3), uma das empresas mais eficientes do setor. Vicente Falconi é Presidente do Conselho de Administração e fundador da FALCONI, maior empresa de consultoria em gestão. Felipe Dias é conselheiro da Eletrobras (que agrega conhecimento para futuras discussões), além de possuir amplo conhecimento de finanças. Marisete Dadalde foi secretária executiva do Ministério de Minas e Energia, e traz assim muito conhecimento regulatório e jurídico, aponta o banco.

O Itaú BBA acredita que Wilson Ferreira Júnior, que já foi presidente da Eletrobras, será escolhido como CEO, ou nesta data ou na semana seguinte. Ferreira deixou a Vibra (VBBR3) no mês passado, aumentando as especulações de que seria escolhido para o cargo.

Em relatório, o UBS BB destacou acreditar que o novo CEO deveria ter 3 competências principais: 1) conhecimento do setor; 2) gestão de pessoas; e 3) habilidades políticas.

“O conhecimento sobre a tecnicidade do setor é muito importante, pois o setor é regulado e há muitas oportunidades de ganhos regulatórios (expansão da geração renovável, migração de clientes para o mercado livre etc). A gestão de pessoas será muito importante, pois terá que integrar áreas, a empresa tem uma estrutura de custos ineficiente e terá que criar uma área de comercialização de energia”, apontam os analistas.

Eles destacam ainda que a empresa deve ter voz ativa na discussões regulatórias, já que o governo ainda é acionista e a Eletrobras ainda tem aproximadamente 30% da geração de energia e 40% da capacidade de transmissão do Brasil. Há também uma habilidade muito importante: o conhecimento profundo da empresa.

O UBS BB e o Itaú BBA têm recomendação de compra para os ativos, com preço-alvo de R$ 70 para ELET6 e de R$ 61,60 para ELET3, respectivamente.

“Como nossa top pick no setor, vemos o valuation descontado para Eletrobras, geração de caixa e capacidade de pagar dividendos no médio prazo atrativos, além das demais opcionalidades que podem ser destravadas e estão interligadas a essa importante decisão do dia 5”, aponta o BBA.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe