AO VIVO Por Dentro dos Resultados - Cielo (CIEL3): conheça os detalhes do resultado da empresa em 2020 em entrevista com CEO

Por Dentro dos Resultados - Cielo (CIEL3): conheça os detalhes do resultado da empresa em 2020 em entrevista com CEO

Tempo Real

Educacionais afundam até 10% com rumor de CPI do Fies; Smiles desaba 11%

Confira os principais destaques de ações desta terça-feira

11h21: Eletropaulo (ELPL4, R$ 11,91, -2,70%)
A Arsesp multou a Eletropaulo em R$ 35,8 milhões por concluir que a distribuidora de energia demorou muito para resolver os problemas de falta de luz ocorridos após chuvas ao longo de 2014, prejudicando os clientes. A Eletropaulo disse que aguarda a notificação para ter os detalhes dessa atuação. 

A companhia também foi multada em R$ 1,6 bilhão devido à interrupção entre 5 e 6 de janeiro, que deixou sem energia por mais de 9 horas o Hospital Municipal de Maternidade Amador Aguiar, de Osasco. 

As multas se juntam ao laudo pericial divulgado recentemente pela sobre a disputa judicial envolvendo a responsabilidade pelo pagamento do saldo de empréstimo junto à Eletrobras (ELET3, R$ 5,15, -3,56%; ELET6, R$ 8,32, -5,56%), no valor estimado de R$ 1,7 bilhão.

11h20: Educacionais
As ações das educacionais afundam após notícia de que, em breve, o Fies pode ser alvo de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), segundo informações da coluna Radar, da Veja. Na Bolsa, caem forte as ações da Kroton (KROT3, R$ 7,47, -10,0%), Estácio (ESTC3, R$ 12,35, -5,00%), Ser Educacional (SEER3, R$ 7,62, -5,46%) e Anima (ANIM3, R$ 9,27, -4,24%) – todas empresas expostas ao programa de financiamento estudantil do governo. Na mínima do dia, a Kroton, que registra a maior queda, chegou a recuar 12,41%. 

11h07: Gol e Smiles 
As ações da empresa de aviação Gol (GOLL4, R$ 3,83, -6,36%) e sua controlada Smiles (SMLE3, R$ 30,33, -10,77%) voltam a desabar nessa sessão, em meio ao cenário cada vez mais nebuloso que vai sendo traçado para as empresas. Fortemente endividadas em dólar, os papéis são pressionados pela escalada do dólar, além das condições econômicas mais fracas, que afetam significativamente as operações da Gol. 

Em meio ao cenário adverso, o banco suíço UBS cortou hoje a recomendação das ações da Gol e Smiles para venda. O preço-alvo para os próximos 12 meses é de R$ 2,00 e R$ 32,40 por ação, respectivamente. 

11h06: Vale e siderúrgicas
As ações da Vale (VALE3, R$ 19,14, -3,96%; VALE5, R$ 15,03, -4,27%) e siderúrgicas afundam, em meio à preocupação sobre a economia chinesa, queda dos preços das commodities e acompanhando o forte movimento negativo das ações das mineradores e montadoras europeias. No setor siderúrgico, caem forte as ações da CSN (CSNA3, R$ 5,35, -5,48%) e Usiminas (USIM5, R$ 4,12, -3,29%). Já Gerdau (GGBR4, R$ 6,18, -0,64%) e Gerdau Metalúrgica (GOAU4, R$ 3,52, -2,76%) têm quedas mais amenas. 

10h53: Localiza (RENT3, R$ 23,41, +2,14%)
As ações da Localiza sobem hoje após o Santander ter elevado a recomendação de suas ações de neutra para compra. O banco espera que o resultado do segmento de aluguel de carros da companhia deve se estabilizar no terceiro trimestre na comparação com o segundo trimestre deste ano. 

10h46: Exportadoras 
As ações das exportadoras se “salvam” nesta sessão, com escalada do dólar, que já supera o patamar de R$ 4,00 pela primeira vez. Entre as poucas altas do Ibovespa, aparecem as ações das empresas de papel e celulose Fibria (FIBR3, R$ 55,12, +0,97%) e Suzano (SUZB5, R$ 18,82, +0,11%), além da fabricante de aeronaves Embraer (EMBR3, R$ 26,21, +0,19%).  

PUBLICIDADE

10h35: Petrobras (PETR3, R$ 8,30, -3,71%; PETR4, R$ 7,02, -3,84%)
As ações da Petrobras afundam, acompanhando a forte queda dos preços do petróleo no mercado internacional, que já supera 2%. A commodity cai como reflexo das preocupações dos investidores com o excesso de oferta. Os níveis dos estoques permanecem em níveis elevados. 

10h30: Bancos
As ações do setor financeiro acompanham o dia negativo do mercado e caem forte, com investidores de olho no Congresso e em meio a declarações mais “hawkish” (agressivas) do presidente do Federal Reserve de Atlanta, Dennis Lockhart. No setor, todos os grandes bancos caíam: Itaú Unibanco (ITUB4, R$ 26,81, -1,54%), Bradesco (BBDC3, R$ 24,48, -2,70%; BBDC4, R$ 22,11, -2,21%), Banco do Brasil (BBAS3, R$ 15,98, -1,90%) e Santander (SANB11, R$ 13,47, -0,59%). 

10h29: Oi (OIBR4, R$ 3,29, -7,06%)
As ações da Oi voltam a desabar nesta sessão. Ontem, o CFO da operadora, Flávio Guimarães, disse que a companhia tem caixa para cobrir as dívidas até parte de 2017, lembrando que 100% de sua dívida em moeda estrangeira tem hedge com derivativo. Segundo ele, a queda do real ante o dólar e euro não tem impacto sobre o balanço – citando que 50% de sua dívida está em CDI, parte em juro flutuante e o resto prefixada.