Diretores da brMalls renunciam após fusão com Aliansce Sonae (ALSO3), Ecorodovias (ECOR3) divulga dados operacionais e mais

Confira os destaques do noticiário corporativo desta terça-feira (10)

Felipe Moreira

Publicidade

O radar corporativo desta terça-feira (10) traz a renúncia de executivos da brMalls após consumação da combinação de negócios com a Aliansce Sonae (ALSO3).

A Ecorodovias (ECOR3) registrou um crescimento de 15,5% no tráfego de dezembro de 2022.

A Wilson Sons (PORT3), por sua vez, registrou uma movimentação total de contêineres de 76,6 TEUs em dezembro contra 77,6 TEUs do mesmo mês do ano anterior.

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Enquanto isso, o GPA (PCAR3) propôs redução de capital mediante entrega de ações do Éxito.

Confira mais destaques:

Guararapes (GUAR3)

A Guararapes (GUAR3) informou que irá centralizar sua produção fabril em Natal, no estado do Rio Grande do Norte, encerrando as atividades da fábrica de Fortaleza. O modelo de negócio integrado da companhia permanece inalterado, preservando a cadeia produtiva nacional.

Continua depois da publicidade

“A decisão faz parte do planejamento estratégico da companhia, com foco em otimizar a operação fabril para intensificar a reatividade, eficiência e competitividade, aliado a um crescimento sustentável”, diz comunicado.

brMalls e Aliansce Sonae (ALSO3)

A brMalls comunicou que recebeu cartas de renúncia de Ruy Kameyama ao cargo de diretor-presidente, de José Vicente Coelho Duprat Avellar ao cargo de diretor operacional e de Leonardo Cid Ferreira ao cargo de diretor de desenvolvimento de negócios.

Em reunião realizada ontem, o colegiado elegeu Rafael Sales Guimarães para o cargo de diretor-presidente para completar o mandato atualmente vigente. Também irão compor a direção da empresa pelos próximos três meses, durante o período de transição da combinação de negócios, Eduardo Langoni como diretor de RI e diretor financeiro, Cláudia da Rosa Cortes de Lacerda como diretora jurídica e Bianca Viana Bastos Marcelino como diretora de gente e gestão.

Ecorodovias (ECOR3)

A Ecorodovias (ECOR3) informou na segunda-feira que o tráfego de veículos em dezembro nas pistas que administra foi 0,8% menor do que um ano antes, em termos comparáveis.

A companhia atribuiu o declínio principalmente à redução de 11,8% do tráfego na Eco101, devido a erosões e interdições provocadas por fortes chuvas no Espírito Santo. As pistas já foram liberadas ao tráfego. Em números consolidados, porém, o tráfego nas rodovias geridas pela concessionária no mês passado foi 15,5% maior, segundo o comunicado.

Essa evolução considera a exclusão de Ecovia Caminho do Mar e Ecocataratas, cuja concessão venceu, mas inclui operações mais recentes, como EcoRioMinas, Ecovias do Araguaia.

Wilson Sons (PORT3)

A Wilson Sons (PORT3) registrou uma movimentação total de contêineres de 76,6 TEUs em dezembro de 2022 contra 77,6 TEUs do mesmo mês do ano anterior.

GPA (PCAR3)

O Conselho de Administração do GPA (PCAR3) aprovou na segunda proposta redução do seu capital social mediante entrega de ações do Éxito aos seus acionistas, na proporção de suas respectivas participações no capital do GPA.

A proposta de redução de capital foi precedida de proposta, também a ser submetida aos acionistas para aprovação na AGE, de aumento do capital social no montante de R$ 2,605 bilhões, mediante a capitalização de determinadas reservas, sem a emissão de novas ações.

A varejista realizará, amanhã, dia 10 de janeiro de 2023, às 08h30, uma vídeo conferência para apresentar os principais aspectos da operação.

Aura Mineral (AURA33)

A Aura (AURA33) informou que o dividendo anunciado em 6 de dezembro de 2022 será de US$ 0,14 por ação. Para o investidor que possui os BDRs, será levado em consideração, o câmbio de R$ 5,2412, com IOF aplicado de 0,38%. Cada detentor de BDR receberá, no dia 10 de janeiro, o valor de R$ 0,730979682 por BDR.

Neoenergia (NEOE3)

A Coelba, controlada da Neoenergia (NEOE3), aprovou a 15ª emissão de debêntures no valor de R$ 1,5 bilhão.

Priner (PRNR3)

A Priner (PRNR3) informou a aquisição da empresa Soegeo por meio de sua controlada Construtora Gmaia. A operação foi aprovada pelo Conselho de Administração da companhia (que é acionista e controladora da Gmaia) nesta segunda-feira (9).

A Soegeo está sediada em Belo Horizonte, foi fundada em 2012 por profissionais que acumulavam três décadas de experiência em geotecnia. Desde a sua fundação, a Soegeo tem se diferenciado como uma empresa de notoriedade técnica, criadora de inovações e excelência em suas entregas.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

A Eletrobras informa que recebeu correspondência da GIC Private Limited (GIC) informando que adquiriu ações ordinárias emitidas pela companhia, e que, em 06 de janeiro de 2023, suas participações, de forma agregada, passaram a ser de 101.375.146 ações ordinárias, representando 5,016% do total de ações ordinárias emitidas pela companhia.

Natura (NTCO3)

A BlackRock informou que sua participação em 04 de janeiro de 2023 atingiu 70.089.223 ações ordinárias, equivalentes a 5,067% do total de ações de emissão da Natura &Co. Os veículos sob sua gestão discricionária detêm, ainda, instrumentos financeiros derivativos referenciados a ações ordinárias da companhia.

(com Reuters)