Dia das Crianças: Centro de SP vende 70% dos brinquedos mais baratos

Pesquisa do Procon mostrou, por outro lado, que a região menos em conta da cidade é a Zona Sul, com 43,41% dos itens mais caros

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Quem for comprar presente para o Dia das Crianças na capital paulista deve ficar atento a qual loja escolher. Levantamento divulgado na última segunda-feira (1) pela Fundação Procon de São Paulo mostrou que, no Centro, estão os menores preços de brinquedos: de 129 produtos pesquisados, 88 (quase 70%) estavam com valores mais em conta.

Ao todo, foram visitados dez estabelecimentos comerciais – sendo dois para cada região da cidade. A Zona Sul é aquela com maior índice de cobranças “salgadas”: 56 itens, quase 45% do total.

Ranking

No segundo lugar de mais “careira” está a Zona Leste, com 44 ocorrências de preços maiores, o que dá pouco menos do que 20% do total.

Levantamento de preços(*)
ZonaMais carosMais baratos
Norte19
(14,73%)
24
(18,6%)
Sul56
(43,41%)
5
(3,87%)
Leste43
(33,33%)
14
(10,85%)
Oeste29
(22,48%)
3
(2,32%)
Centro4
(3,10%)
88
(68,21%)

Fonte: Procon-SP
* Alguns produtos apresentavam valores repetidos em diferentes localidades – sendo mais caros ou mais baratos – o que explica a imprecisão na soma percentual geral

Produtos

Conforme o Procon, as diferenças de preço cobrado pelo mesmo brinquedo ultrapassam os 200%, apenas de acordo com a localização da loja. Analisando especificamente Zona Sul e Centro, um dos destaques vai para o Jogo do Tubarão (Estrela): 178,77% entre o valor cobrado pela Ri Happy (R$ 74,99), da Zona Sul, em comparação com a Koraicho (R$ 26,90).

Técnicos da entidade divulgaram no documento de divulgação do estudo que o comércio com maior número de itens mais em conta foi o Armarinhos Fernando, com 85 ocorrências.

Pesquisa

Foram levantados preços dos comércios: B. Mart e Cia Real Kentfrio (Norte), Blanc Brinquedos e Ri Happy (Sul), Lojas Americanas e Estrela Magazine (Leste), P. B. Kids e Ericolor (Oeste) e Armarinhos Fernando e Koraicho (Centro).

Compartilhe