Radar InfoMoney

“Dia D” para Oi, IRB paga proventos, BB Seguridade lucra 981,8 mi, resultado não-auditado da CVC de 2019 e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta segunda-feira (3)

Loja da Oi Móvel/Oi telecomunicações em São Paulo
Loja da Oi Móvel/Oi telecomunicações em São Paulo (Foto: Paulo Fridman/Corbis via Getty Images)

SÃO PAULO – O noticiário corporativo tem como grandes destaques nesta sessão a possível nomeação de André Brandão ao cargo de presidente do Banco do Brasil e sua repercussão no mercado, além do dia decisivo para a Oi na disputa de ativos de sua operação móvel.

A semana começa com mais dados da temporada de balanços. Pela manhã, a BB Seguridade divulgou seus resultados do segundo trimestre, mas é no decorrer da semana que ocorrem as divulgações mais esperadas, como Itaú, nesta segunda à noite, Braskem, na quarta-feira, e Banco do Brasil, dia 6 de agosto. Ainda no radar, está o pagamento de proventos pelo IRB. Confira os destaques:

Banco do Brasil (BBAS3)

André Brandão é o nome escolhido para assumir a presidência do Banco do Brasil em substituição à Rubem Novaes, que pediu demissão no último dia 24.

PUBLICIDADE

Brandão tem cerca de duas décadas de experiência no mercado financeiro e já passou por bancos como HSBC , Citi e outros.

No domingo, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que “a princípio” o nome de Brandão estava confirmado, mas que iria falar com o ministro Paulo Guedes.

O Itaú BBA vê como positiva a indicação de Brandão para assumir o comando do Banco do Brasil, reforçando que ele possui experiência na área de atacado. Atualmente, o executivo é o chefe de mercados globais das Américas no HSBC.

Segundo relatório da instituição financeira, Brandão poderia adicionar ao BB sua experiência em negócios e contribuir para a “venda de ativos não essenciais e a preparação do banco para as próximas etapas”. Como desafio, o relatório lista a concorrência, inovação e a regulamentação do setor.

Oi (OIBR3;OIBR4), TIM (TIMP3), Vivo (VIVT4) e Claro

A Oi terá um dia decisivo nesta segunda-feira. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o trio formado por TIM, Vivo e Claro deve assumir a liderança na corrida pela aquisição da rede móvel Oi, caso não seja renovado o direito de exclusividade nas negociações assinado dias atrás entre a Oi e a Highline do Brasil e que expira nesta segunda.

Conforme apurou o Broadcast (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), a Highline desistiu de fazer nova oferta pelos ativos da operadora. Com isso, deve perder o direito de exclusividade, que passará para TIM, Vivo e Claro. O trio vai fatiar as redes e os clientes da Oi entre si.

PUBLICIDADE

A Highline, controlada pelo fundo americano Digital Colony, tem até esta segunda para fazer uma proposta que supere os R$ 16,5 bilhões ofertados pelo consórcio de operadoras rivais da Oi. Segundo informou jornais como O Globo e Estadão, a Highline não está disposta a continuar no páreo e não deve subir o lance. Enquanto isso, o site especializado Teletime aponta que a Highline segue no páreo.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

A Eletrobras projeta investir R$ 6 bilhões por ano até 2035 na expansão de seu parque de geração e transmissão de energia. O montante pode dobrar caso ocorra a capitalização e privatização da companhia, informou a empresa em fato relevante.

Esses níveis de investimento seriam possíveis sem que a empresa se afastasse da disciplina financeira, com um indicador de alavancagem medido pela relação entre dívida líquida e geração de caixa (Ebitda) abaixo de 2,5 vezes, afirma a Eletrobras nos documentos do planejamento estratégico 2020-2035.

IRB (IRBR3)

O IRB comunicou que pagará R$ 27,276 milhões em juros sobre o capital próprio aos acionistas, além de dividendos no valor de R$ 91,331 milhões.

O valor a ser pago em dividendos, contudo, será destinado à reserva especial, sendo pago quando compatível com a situação econômico-financeira da companhia.

Terão direito ao pagamento os acionistas posicionados no papel no dia 14 de agosto, sendo as ações negociadas ex-proventos a partir de 17 de agosto. O pagamento dos juros sobre capital próprio será efetuado em 29 de dezembro de 2020.

BB Seguridade (BBSE3)

A BB Seguridade registrou um lucro líquido ajustado de R$ 981,8 milhões, uma queda de 9% no comparativo anual. A maior parte do resultado tem como origem os negócios de distribuição (BB Corretora). Esse segmento teve um lucro de R$ 430,69 milhões. A segunda maior contribuição veio da Brasilseg, com R$ 278,61 milhões.

O resultado financeiro teve queda de 29% no segundo trimestre, ante um ano antes, para R$ 119 milhões. De acordo com a BB Seguridade, o resultado financeiro foi impactado pela restituição de capital de R$ 2,7 bilhões e também pela taxa Selic menor, com um impacto de R$ 35,1 milhões no lucro líquido do segundo trimestre.

CVC (CVCB3)

PUBLICIDADE

A operadora de turismo CVC divulgou nesta segunda-feira seus resultados não auditados referentes ao ano de 2019.

Essa demonstração financeira contempla ajustes decorrentes das distorções identificadas ao longo do processo de revisão e reconciliação da escrituração contábil.

Nesse período, o lucro líquido foi de R$ 47,1 milhões, uma queda de 63,3%, com receitas líquidas de vendas de R$ 1,76 bilhão, alta de 14,6%.

A empresa informou que espera divulgar até o dia 31 de agosto as demonstrações de 2019 auditadas e os dados do primeiro trimestre de 2020.

Porto Seguro (PSSA3)

O lucro líquido da Porto Seguro foi de R$ 654,8 milhões no segundo trimestre do ano, um aumento de 72,8% na comparação com igual período de 2019.

A receita registrada entre abril e junho foi de R$ 4,21 bilhões, um recuo de 3,7%.

Ao considerar apenas a receita com seguros, o número obtido foi de R$ 590,5 milhões, o que representa um crescimento de 144,8%. O resultado financeiro foi de R$ 497,6 milhões, o dobro do registrado em igual período de 2019.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras publicou o edital para o arrendamento do terminal de regaseificação GNL (gás natural liquefeito) da Bahia e instalações a ele associadas.

PUBLICIDADE

A licitação para esse arrendamento faz parte do compromisso assumido pela Petrobas com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em julho de 2019.

Segundo documento enviado à CVM, o terminal consiste em um píer tipo ilha e as facilidades necessárias para atracação e amarração de um navio tipo FSRU (Floating Storage and Regasification Unit) – mas a embarcação não faz parte do arrendamento.

O gasoduto integrante do terminal possui 45 km de extensão e 28 polegadas de diâmetro, interligando o terminal a dois pontos de entrega (Estação Redutora de Pressão de São Francisco do

Cielo (CIEL3)

O Banco Central disse que autorizações para testes da plataforma WhatsApp Pay no mercado de pagamentos, como a que foi concedida a Visa, não fazem parte do processo formal de análise
do pedido das empresas para operar a solução de pagamentos e, portanto, não implicam autorização do BC, nem tampouco sinalizam decisão final nesse sentido. Na sexta-feira, a notícia sobre a
possibilidade dos testes fez as ações da Cielo subirem quase 11%.

JSL (JSLG3)

A JSL divulgou fato relevante a intenção de realizar oferta pública de ações após concluir a reorganização societária que tornará a empresa uma subsidiária da holding Simpar.

Segundo a JSL, a oferta tem como objetivo levantar recursos para a empresa, que após a reorganização societária passará a se dedicar exclusivamente às atividades operacionais de serviços logísticos.

“Nesse sentido, estão sendo conduzidos trabalhos preparatórios para a oferta restrita (de ações) em conjunto com determinadas instituições financeiras e demais assessores legais”, informou a empresa.

Latam

A Latam divulgou a demissão de ao menos 2.700 funcionário no Brasil.

A decisão ocorre após o fracasso das negociações com o Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) sobre salários dos trabalhadores. A empresa tentava conseguir uma redução de salários permanentes, enquanto os trabalhadores queriam que ela fosse apenas temporária.

Cosan (CSAN3)

Na sexta-feira à noite, o grupo de energia e logística Cosan apresentou pedido de registro para realização de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de sua controlada Compass Gás e Energia.

A quantidade de ações da Compass a serem vendidas no âmbito da oferta ainda não foi divulgada, assim como o preço de venda.

A Cosan disse ainda que pediu também adesão da Compass ao segmento especial de listagem Novo Mercado da B3.

Azul (AZUL4)

A Azul divulgou que chegou ao final de junho com uma posição de liquidez de R$2,3 bilhões, pouco acima dos R$ 2,2 bilhões do final do primeiro trimestre. Segundo comunicado à CVM, a companhia aérea afirma que as projeções indicam posição de liquidez robusta suficiente até o final de 2021.

A empresa acrescentou ainda que essa projeção não considera um aumento de capital, mas afirma que uma vez que a visibilidade em relação à retomada da demanda ainda é incerta, “a companhia tem a intenção de captar recursos em um momento oportuno para aumentar seu colchão de liquidez”.

A companhia também informou que havia estimado uma queima de caixa diária entre R$3 milhões e R$4 milhões em maio e junho, mas acabou aumentando a sua posição de caixa no mesmo período.

Para o restante do ano, a Azul estima uma queima de caixa média de aproximadamente R$3 milhões por dia sem amortização de dívidas, resultante das negociações em andamento com seus parceiros financeiros.

Aprenda a fazer trades com potencial de ganho de R$ 50 a R$ 500 operando apenas 10 minutos por dia: inscreva-se gratuitamente na Semana dos Vencedores