Déficit da PBGC mais do que dobra no último semestre e chega a US$ 33,5 bilhões

Orgão do governo responsável pela pensão de quase 44 milhões de norte-americanos registra déficit histórico

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O déficit da PBGC (Pension Benefit Guaranty Corporation), órgão do governo dos EUA responsável por garantir a pensão de 44 milhões de norte-americanos, mais do que dobrou no último semestre, afirmaram as autoridades nesta quarta-feira (20).

De acordo com as informações o déficit atual atingiu um patamar recorde de aproximadamente US$ 33,5 bilhões, bem acima daquele anterior, apurado em outubro do ano passado, que estava na casa dos US$ 11 bilhões.

O motivo desse forte avanço foi o alto número de falências registradas nos últimos períodos, impulsionadas pela crise e pela queda nas taxas de juros, uma vez que a maior parte do capital da PBGC está aplicado em títulos do Tesouro.

Aprenda a investir na bolsa

No entanto, as autoridades do órgão afirmam dispor de reservas suficientes para cumprir com as suas obrigações. Reservas essas que atingem um total de US$ 56 bilhões, incluindo os investimentos em Treasuries, afirma a agência.

Responsabilidade de peso

Atualmente a Pension Benefit Guaranty Corporation, criada pelo Congresso em 1974, está cobrindo cerca de 640 mil pensionistas, que juntos são responsáveis por despesas anuais US$ 4,3 bilhões.

Esses beneficiados pagam uma espécie de seguro para o órgão em troca da promessa de que esse assumirá o pagamento total de suas pensões caso a empresa na qual eles trabalhavam seja declarada insolvente.