Conteúdo editorial apoiado por

Day Trade Hoje: O que esperar dos minicontratos e do Ibovespa nesta segunda-feira

Na agenda de hoje, Boletim Focus e discursos de dirigentes do Fed

Felipe Alves

Day Trade Ao Vivo no Arena Trader. Conteúdo XP

Publicidade

O Ibovespa fechou a última semana no positivo, registrando alta de 0,43%, aos 128.150 pontos. Formando mínima nos 127.029 pontos e máxima nos 128.965 pontos. O índice teve certa volatilidade na última semana e é importante notar que negocia dentro de movimento lateralizado. Diante de tal movimento, é possível notar que opera em faixa consolidada entre a região de suporte dos 127.375 e a resistência dos 129.020 pontos.

Com base no gráfico de 60 minutos do Ibovespa, o analista gráfico Rodrigo Paz observa que o ativo teve forte movimento de alta após formação de fundo duplo no final de abril, fazendo com que buscasse a região de resistência nos 129.745 pontos, tal ponto onde iniciou correção. Após recuo até a faixa de 127.375 pontos, retomou certo movimento de alta. Neste momento encontra-se em lateralização, entre o suporte nos 127.375 pontos e resistência nos 129.020 pontos. As médias de lado confirmam o movimento de lado do ativo, que poderá ganhar força com o rompimento de uma das extremidades.  

Para que o ativo siga o seu fluxo de alta, ele deverá romper a resistência dos 129.020 pontos. Segundo Paz, caso ocorra esse rompimento, o ativo poderá seguir com fluxo comprador para buscar novas faixas de resistência. Rompendo tal região, tende a buscar a resistência nos 129.745/129.955, com alvo mais longo nos 130.550 pontos.Caso retome o fluxo vendedor, deverá perder o suporte dos 127.375 pontos. Se perder tal faixa, poderá buscar próximos suportes nos 127.000, com alvo mais longo na região de 125.850 pontos.

Continua depois da publicidade

Day Trade hoje: Agenda

Na agenda de hoje, às 8h sai a 2ª prévia do IGP-M de maio e às 8h25 tem o Boletim Focus. Às 15h, sai a balança comercial de semanal, e no mesmo horário Lula tem reunião para anúncios referentes ao setor da indústria do aço.

Nos EUA, a partir das 9h45 uma série de dirigentes do Fed começa a falar. Às 9h45 é a vez de Raphael Bostic, presidente do Fed de Atlanta, seguido de Michael Barr, integrante do Fed, às 10h. Depois, às 11h30, Phillip Jefferson, do Fed, discursa em evento. Às 20h, Raphael Bostic, presidente do Fed de Atlanta, modera discussão em painel.

Mercados internacionais

Às 7h45, os futuros em NY operavam em alta: Dow, +0,03%; S&P500, +0,10%; e Nasdaq, +0,17%. Na Europa, o Stoxx600 opera em alta de 0,16%, e na Ásia, a bolsa do Japão subiu 0,73% e a de Xangai avançou 0,54%.

Continua depois da publicidade

Nos EUA, o rendimento dos títulos de 10 anos opera em alta, aos 4,422%, e o índice do dólar (DXY) opera em alta de 0,01%, aos 104,46 pontos.

Enquanto isso, o petróleo do tipo WTI cai a US$ 79,83, com -0,29%, e o do tipo Brent recua 0,15%, a US$ 83,85.

O minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 1,07%, a 894,50 iuanes, o equivalente a US$ 123,68.

Continua depois da publicidade

Minicontratos

Os contratos de mini-índice (WINM24), com vencimento em junho, fecharam a última sessão no positivo, registrando leve alta de 0,07%, aos 129.200 pontos.

Com base no fechamento da última sexta-feira, aos 129.200, o analista técnico Rodrigo Paz aponta como suportes 129.000/128.800 (1), 128.420 (2) e 127.855/127.555 (3). Enquanto isso, as resistências encontram-se em 129.465 (1), 130.000 (2) e 130.475/130.975 (3).

“Para o pregão de hoje (segunda-feira), os traders devem se atentar para possível movimento de alta do mini-índice, que fechou última sessão com leve alta, porém, negocia acima das médias com as mesmas inclinadas para cima. Para seguir tal movimento será necessário superar a região de 129.465 pontos. Porém, caso perca a faixa dos 129.000/128.800 pontos poderá retomar o fluxo vendedor”, aponta Paz.

Continua depois da publicidade

Os contratos de minidólar (WDOM24), com vencimento em junho, fecharam a última sessão no negativo, completando o segundo dia consecutivo em queda, registrando baixa de 0,68% aos 5.105 pontos.

Assim, com base no fechamento da última sexta-feira, aos 5.105 pontos, o analista técnico Rodrigo Paz aponta como suportes 5.105/5.100 (1), 5.094,5/5.089 (2) e 5.075/5.060 (3). Enquanto isso, as resistências encontram-se em 5.111/5.123 (1), 5.131/5.140 (2) e 5.149/5.170 (3).

Suporte e resistência

Confira, agora, os principais pontos de suporte e resistência para os minicontratos de dólar e de índice para esta segunda-feira.

Confira mais conteúdos sobre análise técnica no IM Trader. Diariamente, o infomoney publica o que esperar dos minicontratos de dólar e índice. As melhores plataformas para operar na Bolsa. Abra uma conta na XP.