Radar InfoMoney

CVC (CVCB3) tem em maio melhor mês desde janeiro de 2020; Eletrobras (ELET6) diz que condição para oferta foi verificada e mais

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta terça-feira (7)

Por  Equipe InfoMoney

O noticiário corporativo desta terça-feira (07) tem como destaque a JBS (JBSS3) que precificou notas seniores no valor de R$ 2,5 bilhões.

A CVC (CVCB3) registrou aumento de 19% nas reservas confirmadas totais em maio na comparação com abril, totalizando R$ 1,4 bilhão.

O Conselho da brMalls (BRML3) aprovou plano de retenção de até R$ 50 milhões na fusão com Aliansce Sonae (ALSO3).

Confira os destaques:

CVC (CVCB3)

As reservas confirmadas da CVC em maio apresentaram crescimento de dois dígitos ante o mês anterior em todas as Unidades de Negócio da CVC Corp, e alcançaram o maior volume de Reservas em um único mês desde janeiro de 2020. As Reservas Confirmadas no bimestre abril/maio já equivalem a 152% daquelas registradas em todo o 2T21.

O crescimento nas Reservas Confirmadas deve-se, principalmente, a retomada da demanda por viagens de turismo e de eventos corporativos, flexibilização de restrições para viagens nacionais e internacionais, reabertura da temporada de cruzeiros 22/23, retomada de eventos culturais e corporativos, recomposição de malha aérea e ampliação da oferta de voos exclusivos. Ressalta-se que o 2T21 foi afetado pela 2ª onda de Covid-19 e vacinação ainda incipiente.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

A Eletrobras informou que uma das condições a que estava sujeita a oferta pública de ações para privatização da companhia foi satisfatoriamente verificada, sendo mantida, portanto, a Oferta Pública Global, nos termos propostos.

A condição era aprovação prévia consistia na obtenção, por Furnas, até 6 de junho de 2022, de aprovação dos titulares de debêntures da 1ª Emissão de Debêntures de Furnas em razão do aporte de capital decorrente do Aumento de Capital de MESA ser superior ao valor limite para essas situações definido na Escritura de Emissão.

De acordo com as assembleias gerais de titulares de debêntures da 1ª Emissão de Debêntures de Furnas realizadas em 30 de maio e 6 de junho de 2022, tal aprovação foi devidamente obtida, nos termos da Escritura de  Emissão.

JBS (JBSS3)

A JBS (JBSS3) informou que as suas subsidiárias JBS USA Lux, JBS USA Finance, e JBS USA Food, precificaram hoje as suas notas seniores a serem ofertadas ao mercado internacional, no valor de US$ 500 milhões, com yield de 5,290% ao ano e cupom de 5,125% ao ano para as notas sêniores com vencimento em 2028; US$ 1,250 bilhão, com yield de 5,926% ao ano e cupom de 5,750% ao ano para as notas sêniores com vencimento em 2033; e US$ 750 milhões, com yield de 6,598% ao ano e cupom de 6,500% ao ano para as notas sêniores com vencimento em 2052.

Os recursos decorrentes da oferta das Notas serão utilizados para financiar o resgate antecipado integral das notas sêniores emitidas pela respectivas subsidiárias.

brMalls (BRML3)

O Conselho da brMalls aprovou plano de retenção de até R$ 50 milhões na fusão com Aliansce Sonae (ALSO3). O plano é destinado a colaboradores e administradores da companhia.

PetroRio (PRIO3)

A PetroRio (PRIO3) formalizou a aquisição da sonda semissubmersível West Capricorn, anunciada em 10 de maio, com o pagamento de US$ 4 milhões à Aquadrill. De acordo com a empresa, o saldo da aquisição será pago no dia 5 de agosto ou na data da entrega da sonda, o que acontecer primeiro.

Além disso, a Squadra Investments reduziu participação de 5,46% para 4,8% em ações ordinárias emitidas pela companhia, passando a deter pouco mais de 42,3 milhões de papéis do tipo.

MRV (MRVE3)

A Atmos Capital informa que, no dia 02 de junho, o conjunto de fundos administrados por ela passou a deter 46.976.165 ações, equivalentes a 9,72% das ações ordinárias de emissão da MRV.

Copel (CPLE6)

A agência de classificação de risco Fitch Ratings reafirmou o rating ‘AAA (bra)’ de Longo Prazo da Copel e de suas subsidiárias integrais Copel Geração e Transmissão e Copel Distribuição, o mais alto possível na escala da Fitch. Ao mesmo tempo, a perspectiva dos ratings corporativos foi mantida como estável.

A preservação do rating ‘AAA (bra)’ reflete, principalmente, o robusto perfil de crédito do grupo Copel, a expectativa de manutenção de seu forte perfil financeiro e a consistente performance operacional com sua atuação integrada no setor de energia, característica que contribui para a diluição de riscos operacionais e regulatórios.

Dasa (DASA3)

A Dasa (DASA3) comunicou que Andrew Thomas Campbell renunciou ao cargo de diretor de RI da companhia, posto que o executivo ocupava desde agosto. O motivo da saída não foi informado. Glauco Desiderio foi eleito pelo conselho de administração para assumir a função a partir de hoje.

Grupo Mateus (GMAT3)

O Grupo Mateus (GMAT3) informou nesta segunda-feira (6) que inaugurou uma nova loja de atacarejo em Belém e um Eletro na cidade de São José de Ribamar, no Maranhão. Assim, a companhia encerrou o mês de maio com 220 lojas em operação.

Transforme seu FGTS em investimento: use até 50% do seu FGTS para investir na Eletrobras, a maior empresa de energia da América Latina.

Compartilhe