CPMF: 51% dos entrevistados desconhecem a alíquota de 0,38%

Dados são referentes a agosto. Em maio, proporção era maior, de 58%, conforme pesquisa do Instituto Ipsos com a Ciesp

Por  Equipe InfoMoney -

SÃO PAULO – Pesquisa divulgada pelo Instituto Ipsos em parceria com o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo nesta quinta-feira (20) mostrou que 51% dos brasileiros não sabem que 0,38% de todo o dinheiro que movimentam por meio de transações bancárias vai para os cofres da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Os dados vêm um dia depois da Câmara dos Deputados aprovar, em primeiro turno, a renovação do tributo – previsto para ser extinto no final deste ano – até 2011. O levantamento foi feito com mil pessoas entre os dias 22 e 31 de agosto deste ano. Quando questionados sobre o mesmo tema em maio, 58% dos entrevistados disseram desconhecer a cobrança do imposto.

Região e renda

De acordo com o estudo, o conhecimento a respeito da alíquota varia de acordo com a classe social e a região do País na qual o brasileiro mora.

Por exemplo: estão no Sul os entrevistados que melhor dominam o assunto: apenas 24% não sabem o que é a CPMF. Quanto à renda, pessoas pertencentes às faixas C e D, por sua vez, são as menos inteiradas no tema, com 67% de respostas negativas.

Sabe o que é a CPMF?
RegiãoSimNão
Nordeste37%63%
Norte/Centro-Oeste35%65%
Sudeste55%45%
Sul63%37%
Classe socialSimNão
AB76%24%
C56%44%
DE33%67%

Fonte: Ipsos/Ciesp

Influência no preço

Praticamente 70% dos entrevistados querem que a CPMF acabe juntamente com o ano de 2007.

Quando questionados sobre a influência da contribuição nos preços dos produtos consumidor, 64% dizem que há forte encarecimento. Outros 19% acreditam que há um pouco de valorização dos itens, enquanto que 3% acham que não há influência. Boa parte, 14%, não sabe ou não respondeu.

Compartilhe