Mais otimista

Bradesco BBI eleva de venda para compra recomendação para ADR da Embraer; preço-alvo vai de US$ 5 para US$ 21

A elevação de recomendação aconteceu após a Embraer confirmar a notícia de que negocia fusão de sua subsidiária Eve com SPAC Zanite

SÃO PAULO – O Bradesco BBI elevou a recomendação para os recibos de ações negociados na Bolsa de Nova York – ou ADRs, American Depositary Receipts – da Embraer (EMBR3) de equivalente à venda (underperform, desempenho abaixo da média do mercado) para compra (outperform, exposição acima da média do mercado).

Atualizado, o preço-alvo teve uma elevação expressiva de 320%, passando de US$ 5 projetado para o final de 2021 para US$ 21 para o final de 2022, o que configura um potencial de alta de 34% em relação ao fechamento da véspera.

A elevação de recomendação aconteceu após a Embraer confirmar a notícia de que estaria avaliando uma fusão de sua subsidiária Eve, voltada para a inovação no transporte aéreo urbano, com a Zanite Acquisition, uma companhia de aquisição de propósito específico (SPAC) norte-americana listada em bolsa.

A estimativa é de que o valor de mercado da Eve combinada com a SPAC gire em torno de US$ 2 bilhões. São cerca de R$ 10 bilhões, ou dois terços do valor de mercado da Embraer, mesmo considerando-se a valorização de 15,6% das ações após a divulgação da notícia na véspera (saiba mais clicando aqui).

Victor Mizusaki e Pedro Fontana, analistas do BBI, destacam ser provável que a transação aconteça, também levando em conta que, recentemente, três operações de fusões e aquisições, envolvendo empresas de eVTOLs, veículos elétricos de pouso e decolagem vertical desenvolvidos pela Eve, e SPACs já foram anunciados por outros players desde o início de 2021.

Além da experiência da indústria da Embraer, os analistas destacam que a empresa reduziu os riscos do projeto eVTOL com sucesso por meio do anúncio de dois pedidos, totalizando 250 aeronaves do gênero.

“Achamos que esses pedidos devem reduzir significativamente o risco do projeto e pode atrair investidores para financiar o desenvolvimento das aeronaves elétricas de decolagem e pouso vertical que devem entrar em operação até 2026. A Embraer tem experiência comprovada no desenvolvimento de produtos e a associação com Zanite e outras potenciais
parcerias estratégicas devem ajudar a financiar o projeto eVTOL”, avaliam.

O antigo preço-alvo de US$ 5, destacaram, não incorporava nenhum valor da Eve devido ao estágio inicial de desenvolvimento do produto. No entanto, como um SPAC listado, ela pode materializar o potencial de valor de seu eVTOL, impulsionando o preço das ações para cima. Os analistas avaliam que o negócio pode ser anunciado nas próximas semanas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Do preço-alvo atual de US$ 21, US$ 11 incorporam a fusão com a Zanite. Assim, avaliam, se o negócio não se concretizar, o preço-alvo seria revisado para US$ 10 por ativo ERJ, uma queda de 36% em relação ao fechamento da véspera.

Analista Wilson Neto apresenta os segredos das 5% das pessoas que são bem sucedidas no day trade. Inscreva-se no curso gratuito Desafio dos 5%.